Cruze, Hilux e SW4 levam nota máxima em segurança pelo Latin NCAP

Frontier também foi avaliada na mais recente bateria de testes; confira
Gama Toyota Hilux e SW4: boa avaliação nos testes de segurança do Latin NCAP

Gama Toyota Hilux e SW4: boa avaliação nos testes de segurança do Latin NCAP | Imagem: Divulgação

O Latin NCAP divulgou nesta quarta-feira (21) mais uma bateria de testes, agora envolvendo modelos fabricados na Argentina e comercializados em nossa região.

A Toyota registrou ótimas avaliação por parte do Latin NCAP, uma vez que a Hilux e o SW4 mantiveram o padrão máximo de segurança para adultos e crianças ao alcançarem as 5 estrelas conferidas pelo Programa de Avaliação de Carros Novos para a América e o Caribe.

De acordo com o Latin NCAP em seu comunicado oficial, “a Toyota Hilux com cabine dupla e o SW4, fabricados na Argentina e na Tailândia, renovaram, sob o último e mais rigoroso protocolo de avaliação, as cinco estrelas para proteção de ocupantes adultos e crianças. A Toyota Hilux cabine dupla e a SW4, produzidas a partir de 1º de julho de 2019, e do número de chassi 8AJKX3CD9L2012000, agora têm Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) e um total de sete airbags como equipamento padrão: três frontais, dois laterais de corpo e dois laterais de cortina”.

Os testes de impacto frontal e lateral da Hilux foram realizados em 2015, sob o protocolo anterior, atingindo cinco estrelas para proteção dos ocupantes adulto e criança. A Toyota decidiu atualizar o modelo com mais equipamentos de segurança, e após o teste de impacto lateral, lateral de poste e ESC, o modelo obteve um sólido resultado de cinco estrelas para todos os seus ocupantes. A Toyota recomenda a instalação de ambos os dummies infantis virados para trás, seguindo as melhores práticas globais, e isso foi conferido por meio de uma alta pontuação de proteção no teste dinâmico para os ocupantes crianças”, analisou o Latin NCAP.

 

Ainda no segmento de picapes, a Nissan Frontier, também vendida como NP300 Navara em alguns países da região como o Chile, não deixou a desejar, mas ficou com 4 estrelas na proteção de adultos e dos passageiros infantis.

"A Nissan Frontier cabine dupla, também conhecida como Nissan NP300 Navara cabine dupla no Chile, produzida na Argentina e no México, alcançou quatro estrelas para proteção dos ocupantes adultos e crianças. A Frontier cabine dupla tem dois airbags frontais e ESC padrão. A estrutura foi classificada até o limite como instável. No entanto, notou-se que ela tem uma boa projeção e desenvolvimento por trás e poderia ser melhorada. A falta de proteção lateral para a cabeça como padrão limitou o veículo a ser avaliado no impacto lateral de poste. A proteção oferecida ao dummy de três anos, bem como a falta de possibilidade de desconectar o airbag do passageiro limitaram o veículo a obter uma pontuação mais alta, o que resultou em uma proteção de quatro estrelas", detalhou o Latin NCAP.

 

Por fim, outro modelo fabricado na Argentina, dessa vez o sedan Chevolet Cruze, tornou-se o primeiro modelo da marca a alcançar a marca de 5 estrelas na proteção de adultos e 4 estrelas na proteção de crianças.

"O Cruze foi avaliado pelo Latin NCAP em 2018, alcançando quatro estrelas para proteção de ocupantes adultos e crianças. O impacto lateral de poste não foi realizado naquela época, porque o modelo não tinha airbags de cortina como equipamento padrão. O teste lateral de poste é necessário para alcançar as cinco estrelas para proteção dos ocupantes adultos. A partir de 21 de maio (desde o chassis 8AGBB69S0LR100117) todos os Cruze são produzidos com seis airbags e ESC padrão. Depois de avaliar o Cruze no impacto lateral de poste e passar os requisitos, o modelo alcançou as cinco estrelas para Proteção dos Ocupantes Adultos. A proteção dos ocupantes crianças foi boa, atingindo as quatro estrelas. O Cruze não conseguiu as cinco estrelas para proteção dos ocupantes crianças porque a sinalização das ancoragens ISOFIX não atende aos requisitos do Latin NCAP e porque tem que ser melhorada a proteção oferecida ao dummy de três anos no impacto frontal”, resume o Latin NCAP.

 

“Esses resultados são surpreendentes e mostram grande progresso. O resultado atualizado da Hilux cabine dupla e da SW4 demonstra o compromisso da Toyota em obter cinco estrelas. O restante dos fabricantes de veículos para venda na região deve seguir este exemplo. O primeiro resultado de cinco estrelas no Latin NCAP obtido pela General Motors é um grande passo à frente, considerando que o modelo introduziu airbags padrões para proteção lateral de cabeça, demonstrando claramente a meta de atingir os mais altos níveis de segurança. Encorajamos a General Motors a oferecer esses níveis de segurança em modelos com preços mais baixos. Embora a classificação de quatro estrelas da Nissan mostre boa proteção, perto do seu concorrente, a Hilux, a Frontier pode melhorar. A Nissan poderia seguir o caminho da Toyota e adicionar airbags laterais de corpo e cabeça, apontando para as cinco estrelas”, declarou Alejandro Furas, secretário geral do Latin NCAP.

Vale a pena destacar que o Latin NCAP recomenda a todos os consumidores adquirir veículos que contem com os controles de tração e estabilidade pelo elevado grau de segurança dinâmica que proporcionam.

“Estamos muito satisfeitos com os últimos resultados obtidos pelas picapes. Este segmento é muito importante, especialmente para os gestores de frotas que exigem veículos mais seguros para seus funcionários todos os dias. Com esses resultados, eles agora têm mais informações disponíveis sobre as opções no mercado, mas isso não é suficiente. Encorajamos todos os outros fabricantes com grandes frotas na região a oferecer os melhores níveis de segurança em seus produtos. Damos as boas-vindas para as cinco primeiras estrelas da General Motors no Latin NCAP. Depois de muitos anos trabalhando na região, é bom ver um fabricante global reagir voluntariamente aos programas e se preocupar com seus consumidores”, completou Ricardo Rubio, presidente da comissão diretiva do Latin NCAP.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!