Da China para o mundo: Chery foi a fabricante que mais exportou carros em 2019

Apesar de todos os modelos da marca oferecidos no Brasil serem fabricados por aqui, empresa tem presença forte fora da China
CAOA Chery Arrizo 5e 2019

CAOA Chery Arrizo 5e 2019 | Imagem: Divulgação

A Chery foi a empresa automotiva de origem chinesa que mais exportou veículos fabricados por lá. Desde 2002, quando a Chery começou a comercializar seus carros fora de seu país de origem, a marca já acumulou mais de 1,5 milhão de unidades feitas lá e vendidas fora da China.

Em 2019, a Chery registrou mais de 96 mil unidades de veículos exportados a partir da China, fazendo dela a marca chinesa que mais vendeu carros para fora daquele mercado. Dados do site chinês Auto Home mostraram que o número do ano passado foi inferior que o anotado em 2018, quando 126 mil unidades foram exportadas. Ainda assim, nenhuma marca chinesa superou a Chery.

E vale lembrar que quase nenhum desses carros exportados pela Chery a partir da China no ano passado chegou ao Brasil. Por aqui, a operação administrada pela CAOA, daí o nome CAOA Chery, fabrica nacionalmente a maior parte dos modelos vendidos em nosso mercado. O sedã Chery Arrizo 5 é fabricado em Jacareí (SP) junto ao SUV compacto Tiggo 2. Já os SUVs maiores Chery Tiggo 5X e Chery Tiggo 7 são feitos em Anápolis (GO).

Entre os maiores mercados para Chery internacionalmente, a marca tem forte presença no Oriente Médio, Rússia, Ucrânia e Egito. Além de também operar no Chile e na Argentina, a marca recentemente iniciou operações em outro grande mercado asiático: Filipinas.

CAOA Chery Arrizo 5e 2019
Atualmente o elétrico Arrizo 5e é o único modelo que a CAOA Chery importa da China ao Brasil
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!
Tags