De olho no agronegócio, Toyota troca milho e soja por veículos

Japonesa oficializa programa Toyota Barter e espera atender nove estados do país
Toyota Hilux 2021

Toyota Hilux 2021 | Imagem: Divulgação

Modalidade famosa entre os produtores de grãos, a troca do alimento por outros produtos começa a ganhar força entre as fabricantes de veículos, em especial para estreitar suas relações com o agronegócio.

Após a Stellantis aderir à modalidade de negociação com as marcas Jeep, Fiat e Ram, a Toyota reforça nesta semana seu programa para troca de grãos de soja e milho por veículos da marca.

Chamada de Toyota Barter, a iniciativa nasceu como um projeto piloto em 2019, porém agora está plenamente estruturada e já conta com equipes especializadas em seis estados: Bahia, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Piauí e Tocantins. 

Segundo a fabricante, a expectativa é levar o Toyota Barter também para os estados de São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul.

Como funciona?

O processo de Barter, palavra em inglês que significa troca, é realizado no agronegócio como forma de pagamento de determinado insumo por meio da entrega de grãos na pós-colheita, sem intermediação monetária. 

Para tanto, a Toyota terá o suporte da empresa NovaAgri, que é responsável pela coleta e validação dos dados dos clientes, atestando a regularidade tributária e da originação de grãos por parte do produtor. 

Segundo a Toyota, os interessados em renovar suas frotas ou adquirir um carro novo por meio do processo Barter serão submetidos a verificações de certificações ambientais para garantir a comercialização de grãos de plantio sustentável, condizente com a proposta da fabricante em neutralizar suas emissões até 2050. 

O Toyota Barter vai contemplar os modelos Hilux, SW4 e Corolla Cross, sempre levando em conta o valor de mercado das sacas de milho e soja na precificação da operação. 

Atualmente, completa a Toyota, o agronegócio já responde por 16% de suas vendas diretas no Brasil, sendo que a meta da fabricante é reforçar a participação. 

Toyota SW4 2021
Toyota SW4 também pode ser adquirido por produtores de grãos na modalidade Barter
Imagem: Divulgação