Depois de três décadas, Parati deixa de ser vendida

Perua da Volkswagen já não era produzida desde junho do ano passado. Modelo pode ter uma sucessora na nova linha up!

A última linha da Parati, lançada no ano passado | Imagem: Divulgação

Foram quase 31 anos de carreira, grande parte deles como uma das peruas mais vendidas do Brasil. Mas a Parati agora é história. Os últimos exemplares novos foram emplacados em fevereiro – no mês passado, a perua ficou sem nenhuma venda pela primeira vez.

A morte da Parati foi um processo lento e um tanto doloroso para um produto com imagem popular em outras décadas. Tudo começou em 2008 quando a Volkswagen lançou o Gol G5 que, apesar da referência à 5ª geração, era a 2ª vez que mudava de plataforma, como se convém dizer na indústria quando um veículo é projetado praticamente do zero.

Juntamente com o novo Gol, a Volks renovou a picape Saveiro e ressuscitou o sedã Voyage, que havia saído de linha em 1995. Mas decidiu não atualizar a Parati, que seguiu em linha como figurante já que a SpaceFox, maior e mais moderna, assumiu o posto de perua compacta da marca.

Desde então, as vendas rarearam – 17,7 mil em 2008, 8,2 mil em 2009, 7 mil em 2010, 4,8 mil em 2011, 3,5 mil no ano passado. As últimas 27 unidades foram emplacadas entre janeiro e fevereiro deste ano.

Carro de surfista

A Parati surgiu em 1982 como terceiro membro da família Gol - antes dela, o Voyage havia sido lançado. Vendida apenas na versão 2 portas, a perua se destacou como modelo jovem se comparada às rivais da época. Seu porta-malas tinha capacidade para 620 litros de bagagem até o teto. Já em 1984 assumiu a liderança do segmento.

Em 1995, a Parati ganhou a pesada reestilização “bolinha”, mas seguiu sem oferecer uma versão com 4 portas, o que só ocorreria em 1998.

Para aproveitar a imagem descolada, a Parati teve diversas séries especiais com temática surfista como Summer, Surf, Sunset e Track & Field. Deve deixar saudades em grande parte dos 900 mil clientes que a adquiriram nessas três décadas.

“Up! Parati”

Apesar de sair de cena, a Parati pode ter uma sucessora num futuro não tão distante. É que a Volkswagen pretende criar uma extensa família de modelos sob a base do up!, o compacto barato que deverá ser lançado no Brasil até o final do ano. Uma das versões pode ser um modelo familiar que ocupe a lacuna deixada pela Parati, mas é pouco provável que a VW opte por uma perua nata e sim um modelo crossover, que misture outras tendências, mas que preserve a preferência pelo público mais jovem.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!