Em março, Virtus já é vice-líder entre os sedãs compactos

Volkswagen só perde para o Prisma em vendas. Cronos é o 11º em mês de estréia
Volkswagen Virtus 2018

Volkswagen Virtus 2018 | Imagem: Divulgação

O novo sedã Virtus começou sua carreira de forma mais positiva que seu irmão hatch, o Polo. Nos primeiros 20 dias de março, o Volkswagen já figura como vice-líder na categoria com 1.778 unidades emplacadas, atrás apenas do Prisma, da Chevrolet (3.425 carros).

A vantagem para o 3º colocado, o Etios Sedan, era de apenas oito carros até o dia 20, mas demonstra que o impacto do modelo da Volks é maior que o do Polo, hoje o 4º colocado entre os hatches compactos.

O mercado de sedãs compactos é mais acirrado que o de hatches: além do Etios, também o Ka Sedan, HB20S e Versa vendem bem, além do veterano Voyage. Por isso, o Virtus tinha até então 10% de participação entre 14 modelos.

Há que se considerar que por ser uma novidade o Virtus tenha maior procura no início, porém, trata-se de um carro com um ticket médio mais alto, o que geralmente reduz o potencial de clientes capazes de desembolsar entre R$ 60 mil e R$ 80 mil – o Prisma, por exemplo, pode ser adquirido a partir de R$ 47,5 mil.

Bom começo

Outro estreante, o Fiat Cronos também teve um bom começo de vendas em março, primeiro do sedã no mercado. Até esta terça-feira (20) foram emplacados 752 unidades, o que lhe coloca em 11º lugar no ranking provisório. A tendência é que o carro da Fiat suba mais alguns degraus à medida que a rede de concessionárias seja abastecida pela fábrica argentina.

Veja o que o Autoo achou do Virtus e do Cronos em nossas avaliações:

Teste: Volkswagen Virtus 1.0 Highline
Teste: Fiat Cronos 1.3 Drive