Equipe americana quer atingir 700 km/h com carro elétrico

Universidade de Ohio e time Venturi se unem para quebrar recorde de velocidade

O VBB-3 vai para pista em agosto | Imagem: Venturi

A indústria automobilística quer provar ao mundo que o carro elétrico é viável e prático. Uma boa maneira de fazer isso é quebrando recordes e assim impressionar o público com uma nova tecnologia. É essa a intenção da equipe Venturi Global Challenges, que se uniu a Universidade Estadual de Ohio para criar o automóvel com motor movido a eletricidade mais rápido do mundo. E não é “pouca coisa”, como os 250 km/h que o esportivo elétrico Mercedes-Benz SLS AMG Eletric Drive, atualmente o mais veloz do gênero, é capaz de atingir. A meta do grupo é chegar aos 700 km/h!

O carro que será usado para atingir tal velocidade, o VBB-3, mais se parece com um foguete. O modelo é uma evolução de projetos anteriores da Venturi, que inclusive detém o recorde atual de velocidade máxima para veículos movidos por eletricidade, atualmente de 495 km/h.

Para o novo projeto, a parceria preparou um motor elétrico ainda mais potente, que não à toa é o mais forte do gênero já construído, com 3.000 cavalos de potência. O interior da máquina é “forrado” com baterias de íon lítio de alto desempenho e a estrutura tubular do carro é de alumínio e o cockpit do piloto é uma caixa de fibra de carbono.

O “batismo de fogo” do VBB-3 será em agosto no deserto de sal de Bonneville, em Utah, nos EUA. Na primeira fase, a equipe vai apenas treinar e apurar o desenvolvimento do carro, que deve atingir até 600 km/h no primeiro momento, o que já seria um novo recorde. Já atingir a faixa dos 700 km/h sem emitir uma única particula de CO2,  é uma meta para 2014. Será que eles conseguem?

Assine a newsletter semanal do AUTOO!