Após revelar o novo Ka na Europa em junho, a Ford anunciou nesta semana que o modelo, rebatizado como Ka+, está à venda no Reino Unido, Hungria e República Tcheca. O compacto desenvolvido no Brasil é produzido na Índia e conta com várias diferenças em relação ao veículo produzido em Camaçari.

Entre as novidades estão um tamanho levemente maior, mas sobretudo um acabamento melhor que o nacional além de mais equipado com direito até a seis airbags. Será um teste importante para a fabricante americana que recebeu várias críticas quando lançou o EcoSport no continente - mesmo aprimorado, o SUV desagradou no quesito acabamento e na qualidade geral e vendeu pouco.

20 km com um litro de gasolina

O Ka+ europeu não utiliza o motor 1.0 litro nacional. Em vez disso, conta com um propulsor 1.2 T-VCT com potência variando entre 70 e 85 cv, mas que é capaz de rodar até 20 km com um litro de gasolina. O hatch também traz de série itens como ESP (controle de estabilidade) e sensor de pressão dos pneus e opcionais como controle de cruzeiro, bancos aquecidos e sensor de estacionamento, entre outros.

 
 
Ford Ka 2017
 
Ford Ka 2017
Ford Ka 2017
Ford Ka 2017
 
Ford Ka 2017
Ford Ka 2017
Ford Ka 2017
 
Ford Ka 2017
Ford Ka 2017
Ford Ka 2017
 
Ford Ka 2017
Ford Ka 2017
 
 

Embora não seja exportado do Brasil, não será a primeira vez que um compacto nacional é lançado na Europa. Em 2005, a Volkswagen produziu o Fox europeu, uma versão mais requintada que tomou o lugar do urbano Lupo. O resultado, no entanto, foi bem abaixo do esperado e as vendas cessaram em 2011.

Com espaço interno generoso e um design bem resolvido comparado ao Ka anterior (construído sobre a base do Fiat 500 para a Ford), o Ka plus pode ter melhor sorte.

Conheça os carros mais vendidos do Brasil nos últimos 10 anos

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/