Fábrica da Renault ficará fechada por dois meses

Unidade de São José do Pinhais para de produzir no dia 8 de dezembro para obras de ampliação

Linha de montagem da Renault, no Paraná | Imagem: Renault

O crescimento da Renault no mercado brasileiro sofrerá um revés nos próximos meses. A montadora fechará sua fábrica em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba (PR), no próximo dia 08. A razão é que a unidade chegou ao seu limite produção de 47 veículos por hora em três turnos.

Veja também: Clio 2013 chega por R$ 23.290

Serão dois meses sem que nenhum veículo saia da linha de montagem. Enquanto isso, a fábrica passará por obras de ampliação para elevar o ritmo de produçãopara 60 veículos por hora, capacidade que a empresa acredita ser a necessária para o crescimento dos próximos anos.

Na unidade fabril de Pinhais são  produzidos os veículos Renault Sandero, Logan, além do utilitário esportivo Duster, que estão sendo produzidos em capacidade máxima, mas deverão passar por problemas de regularidade na entrega no  começo do  ano, ou pelo, menos até o retorno da produção, no início de fevereiro do ano que vem.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!