Fabricantes se unem para incentivar o carro elétrico na Europa

BMW, Daimler, Ford e grupo Volkswagen criam joint venture para espalhar rede de carregadores rápidos no continente
Carregador

Carregador | Imagem: Divulgação

Nada como a necessidade para superar disputas comerciais e fazer uma ideia prosperar. Um grupo relevante composto por BMW, Daimler, Ford e o grupo Volkswagen anunciou de forma conjunta a criação de uma joint-venture para criar uma rede de carregadores rápidos nas rodovias europeias e, com isso, ajudar a popularizar o uso dos carros elétricos.

A ideia, segundo as fabricantes, é que a joint-venture começe a operar já no início de 2017 para a instalação inicial de 400 pontos de recarga. A grande sacada da empresa será o uso de carregadores de 350 kW, o que ajudará a reduzir consideravelmente o tempo necessário para recarregar os veículos. As unidades trabalharão de acordo com o sistema Combined Charging System (CCS) e é preparado para atender a maioria dos modelos elétricos já nas ruas e que ainda serão lançados.

Por volta de 2020, o projeto é já disponibilizar uma rede que já chegue na casa dos milhares de carregadores rápidos espalhados pela Europa. Com isso, as fabricantes esperam criar nos consumidores um ambiente que favoreça o uso de carros elétricos inclusive nas estradas e por deslocamentos maiores do que o ambiente urbano. A meta é que recarregar um carro elétrico seja tão simples quanto parar em um posto de combustível durante as viagens.

Segundo o comunicado das fabricantes envolvidas no projeto, a execução do projeto ainda depende da avaliação das autoridades de vários países.

Algo ainda longe da realidade brasileira, caso os carros elétricos recebam mais incentivos em nosso país é fundamental que medidas semelhantes sejam adotadas por aqui. Afinal, desenvolver a infra-estrutura para o “abastecimento” dos carros elétricos será algo trabalhoso, em especial considerando o tamanho do nosso país.