Faz sentido um SUV derivado da Fiat Toro?

Modelo só faria sentido com um diferencial relevante, como a capacidade para 7 pessoas
Projeção do potencial utilitário esportivo derivado da Fiat Toro

Projeção do potencial utilitário esportivo derivado da Fiat Toro | Imagem: Theophilus Chin

Muitos rumores dão conta de que a Fiat, aproveitando o sucesso comercial da Toro, quer aproveitar a onda de boa aceitação do público e investir em um utilitário esportivo derivado da picape. Mas fica a questão: será que faria sentido um modelo desse tipo?

A pergunta é motivada por duas razões. A primeira é que, pensando na estratégia em conjunto da Fiat Chrysler, o próprio Jeep Renegade já representa (muito bem, por sinal, como indicam os números de venda) o conglomerado no segmento dos SUVs compactos. Segundo motivo: não podemos esquecer que a mesma Jeep também tem nos planos a estreia da nova geração do Compass, que será fabricado no Brasil ao lado de Fiat Toro e Jeep Renegade.

É certo que o Compass será um SUV de porte médio, portanto superior em tamanho e preço ao Renegade, o que nos deixa nítido que só haveria espaço para um utilitário derivado da Fiat Toro caso ele trouxesse algum atributo especial, como a capacidade para 7 lugares, por exemplo. Vale destacar que, nessa linha, esse potencial modelo supriria também dois pontos fracos do Renegade: o porta-malas pequeno e o espaço bem restrito para os passageiros no banco traseiro.

De qualquer forma, se sair do papel, é bem possível que o SUV baseado na Fiat Toro não traga muitas surpresas na parte mecânica, compartilhando com a picape os mesmos conjuntos de motor e câmbio, com destaque para o motor 2.0 diesel e o câmbio automático de 9 marchas. Confira abaixo a projetação do “Fiat Toro SUV” feita por Theophilus Chin reproduzidas aqui com autorização para o AUTOO:

Assine a newsletter semanal do AUTOO!