Ford e Webasto criam Mustang elétrico com mais de 900 cv e 138 kgfm de torque

Protótipo feito em parceria com a Webasto para o SEMA Show
Ford Mustang Lithium

Ford Mustang Lithium | Imagem: Divulgação

Enquanto os supercarros e os modificados dominam a cena do SEMA Show, em Las Vegas (EUA), a Ford optou por um rumo inusitado. Ela mostrou o Mustang Lithium. O modelo é um protótipo de um Mustang elétrico feito em parceria com a Webasto. Apesar de abrir a possibilidade de uma variante eletrificada do cupê no futuro, a marca afirmou que o Lithium será um modelo único e que não deve chegar a ser produzido.

Segundo a Ford e a Webasto, o Mustang Lithium serve não só para mostrar as capacidades de eletrificação da plataforma do esportivo, mas também para exibir os avanços técnicos em desempenho, controle das baterias e gerenciamento térmico do sistema elétrico sob o capô.

A Ford não divulgou os dados específicos do motor elétrico que equipa o Lithium, mas informou que o protótipo tem mais de 900 cv de potência e 138 kgfm de torque. Números atingidos graças ao motor elétrico de 800V da Webasto, o que significa, segundo a marca, o dobro da voltagem atualmente utilizada por carros elétricos.

Apesar de ser um carro elétrico, o que poderia dispensar o Mustang Lithium de ter uma transmissão convencional, a Ford optou por manter a caixa manual de seis velocidades MT82, que entrega a força do motor para o eixo traseiro por meio de um diferencial de deslizamento limitado do tipo Torsen.

Além de modificações na caixa de marchas para aguentar o torque extra, a Ford também deixou o Mustang Lithium 25 mm mais baixo e, para transmitir a força para o chão, a marca optou por usar pneus Michelin Pilot Sport 4S. 

Ford Mustang Lithium
Ford Mustang Lithium
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!