Gasolina cai 35% nas refinarias em março e apenas 1,81% nos postos, revela pesquisa

Desvalorização do petróleo em março resultou em quatro reduções de preços da Petrobras; valor do combustível nas refinarias caiu 35%
Gasolina

Gasolina | Imagem: Reprodução internet

Levantamento interessante foi divulgado nesta segunda-feira (6) pela ValeCard, empresa de gestão de frotas que conta com 20 mil postos de combustíveis credenciados em seu cartão de abastecimento. Com isso, conseguimos ter um bom panorama do custo efetivo da gasolina nos diferentes estados do país.

Segundo a empresa, o preço médio da gasolina comum no Brasil em março foi de R$ 4,598. Sob impacto da redução da circulação de veículos em razão da pandemia do novo coronavírus, o valor registrou queda de 1,81% na comparação com o verificado em fevereiro (R$ 4,683). Apenas para comparar, os dados oficiais da pesquisa da ANP apontam um custo médio da gasolina para março deste ano em R$ 4,462 no país.

A ValeCard relembra que, no decorrer do mês passado, foram efetuadas quatro reduções de preços nas refinarias anunciadas pela Petrobras, todas motivadas pela desvalorização do petróleo no mercado internacional. Somadas, as diminuições foram de 35%. Em paralelo, a demanda também despencou nas últimas semanas por conta das ações de isolamento social impostas por estados e municípios. De acordo com a plataforma online de monitoramento do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), o tráfego de veículos caiu 58% no Brasil em março.

Mesmo assim, Rio de Janeiro (R$ 5,035) e Acre (R$ 4,985) são os estados com o combustível mais caro no país – o Rio é o único estado com valor médio da gasolina acima de R$ 5, detalha o levantamento da ValeCard. Já Amapá (R$ 3,986) – único valor abaixo dos R$ 4 no levantamento – e Santa Catarina (R$ 4,291) apresentaram os preços mais baratos do país para a gasolina.

Os dados ainda acrescentam que Rio de Janeiro e Belém têm os preços mais altos entre as capitais – R$ 5,024 e R$ 4,99, respectivamente. As capitais com preços mais baixos são Curitiba (R$ 4,177) e João Pessoa (R$ 4,194).

Entre as regiões do país, a Sudeste é a que tem a gasolina mais cara (R$ 4,701, em média), e a Sul, a que tem o combustível mais barato (média de R$ 4,434). Entre os estados que integram a região Sudeste, São Paulo tem o combustível com o menor valor (R$ 4,388). Já o Rio de Janeiro tem o maior valor médio da região e também do país (R$ 5,035). No Nordeste, a Paraíba apresenta o preço médio mais baixo (R$ 4,361). Já Piauí tem o valor mais alto (R$ 4,697). Já no Centro-Oeste, o Distrito Federal tem a gasolina com o preço médio mais baixo (R$ 4,44), enquanto Mato Grosso tem a gasolina mais cara (R$ 4,761). 

Combustível
Combustível: redução do preço internacional do petróleo não chegou integralmente às bombas
Imagem: Agência Brasil

Assine a newsletter semanal do AUTOO!