Opel Antara, para os desavisados, é o nome do Chevrolet Captiva oferecido pela General Motors na Europa. Mas eles estão prestes a se diferenciar, ao menos por enquanto. É o que aponta a imprensa europeia, que afirma ainda que o SUV reestilizado será apresentado já em dezembro deste ano, no Salão de Bolonha, na Itália.

No momento, porém, ainda não se tem muita informação sobre o veículo, que também será vendido pela divisão inglesa da GM, a Vauxall. Antiquado quando comparado aos modelos mais recentes da Opel, como as versões do Insignia e o novo Astra, o Antara certamente ganhará mais apelo visual. Alem disso, especula-se também a introdução de novos motores com sistema de injeção direta de combustível.

Com a mudança do carro na Europa é provável que as demais unidades da GM, que oferecem o mesmo produto, comecem a preparar algo para os próximos anos. A fabricante, entretanto, ainda não comenta o assunto. Vale lembrar que o Captiva à venda no Brasil vem importado do México por meio do programa bilateral que isenta o comércio de cargas entre os países de taxas exportação.

O Captiva pelo mundo

Por conta de peculiaridade culturais ou questões comerciais, muitas vezes o mesmo automóvel tem nomes diferentes dependendo do país onde é vendido. O Captiva não foge à regra. Esse nome, inclusive, além de ser usado na versão da Chevrolet, também nomeia o veículo na Austrália, onde é vendido pela Holden. Na Europa, como já dito, o modelo é o Opel/Vauxhall Antara. Já nos Estados Unidos, o SUV leva a alcunha GMC Terrain. Ainda no mesmo país, o utilitário também já foi conhecido como VUE, versão vendida pela Saturn, extinta pelo grupo em 2008.

Conheça os carros mais vendidos do Brasil nos últimos 10 anos

Thiago Vinholes

|