GM lança versão mais barata do Tracker

Nova série Freeride enxuga lista de equipamentos para preço chegar a R$ 67.690

Chevrolet Tracker Freeride | Imagem: GM

A GM iniciou o que pode ser considerado um “teste de aceitação” por uma versão mais em conta, e por conseqüência simplificada, do Chevrolet Tracker. A marca lançou nesta segunda-feira (9) a versão Freeride, que chega às lojas por R$ 67.690 - a série LTZ, até então a única opção, começa em R$ 72.190.

Para chegar a esse valor o carro perdeu o câmbio automático, bancos em couro, acabamento interno bicolor, comandos no volante, rodas aro 17”, entre outros. Todavia, para atrair clientes, o Tracker Freeride vem com uma bicicleta e rack de teto.

Avaliação: Tracker está a altura do EcoSport, mas preço é alto

O Tracker de entrada, que tem chances de mais adiante assumir o nome LT (a designação da GM para seus carros mais baratos), tem o mesmo motor 1.8 16 flex de até 144 cv do modelo LTZ, mas com transmissão manual de 5 marchas. Já o conjunto de rodas de alumínio é aro 16” e a marca oferece apenas as opções de pintura Branco Summit e Cinza Cyber. A série ainda se diferencia pelos adesivos nas laterais e os bancos com tecido convencional, que a Chevrolet chama de “Jet Black”.

Esse carro ainda vem com rádio com entrada auxiliar, ar condicionado, freios ABS e airbag duplo frontal. Já a bicicleta que acompanha o Tracker Freeride é um montain bike com câmbio Shimano de 27 marchas, freio a disco nas ruas rodas e amortecedor dianteiro. Já a cor pode ser branco ou cinza, os mesmos tons oferecidos ao carro.

A GM não divulgou por quanto tempo a versão será comercializada, tampouco quantas unidades compõem a série. O Tracker chega ao Brasil importado do México.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!