Governo do Paraná promove relevantes incentivos para carros elétricos

Administração apresentará projetos para isentar o IPVA e o ICMS desses modelos
Renault Zoe, um dos modelos elétricos que opera no Brasil apenas vendido para empresas

Renault Zoe, um dos modelos elétricos que opera no Brasil apenas vendido para empresas | Imagem: Divulgação

O governador Carlos Massa Ratinho Junior assinou nesta quinta-feira (21), durante o evento internacional Smart City Expo Curitiba, um projeto de lei propondo zerar a alíquota de IPVA de veículos elétricos, que hoje é de 3,5%. Ele também vai apresentar uma proposta de convênio ao Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) para que o Estado também possa isentar o ICMS para a aquisição desses veículos.

Ratinho Junior afirmou que o Paraná sai na frente no incentivo ao uso de energia limpa para o transporte. “O Paraná será o primeiro estado a isentar o IPVA de carros movidos à energia elétrica, além de buscar com o Confaz, que autoriza as isenções fiscais, a possibilidade de também zerar o ICMS desses carros”, disse. “A ideia é diminuir cada vez mais o preço dos veículos elétricos e torná-los mais acessíveis à população”, afirmou no evento, que reúne mais de 6 mil pessoas, de 80 cidades brasileiras e de 25 cidades do exterior.

A ideia, ressaltou o governador, é diminuir o uso de automóveis movidos à combustão, que são mais poluentes. “Estamos trabalhando antenados naquilo que o mundo vem fazendo. A busca de soluções sustentáveis é uma realidade com o uso de carros que poluem menos”, enfatizou.

Eletrovia

O Paraná já tem uma eletrovia, que é mantida pela Copel. São oito eletropostos na BR-277, ligando Paranaguá, no Litoral, a Foz do Iguaçu, no Oeste do Estado. “A Copel faz parte desse processo porque acredita que este é o futuro da mobilidade urbana, não só para os carros de passeio, mas também no transporte público”, afirmou o presidente da companhia, Daniel Pimentel Slaviero. “Temos um trabalho inovador, de termos implantado a maior eletrovia do país, ligando Paranaguá a Foz do Iguaçu, e hoje a iniciativa do governo é fomentar a produção e a utilização dos veículos elétricos”, disse ele.

A rede que garante a recarga gratuita para carros elétricos foi apresentada pela empresa no Smart City Curitiba Expo. Esta é a segunda edição brasileira do maior evento de cidades inteligentes do mundo, que acontece até esta sexta-feira (22).

Além da Copel, a Sanepar e a Celepar também apresentam novidades tecnológicas na exposição, que é chancelada pela FIRA Barcelona, organizadora do evento mundial Smart City Expo World Congress. “O Paraná trabalha para ser o estado mais inovador do Brasil, para aplicar tudo aquilo que existe em termos de inovação na gestão pública”, afirmou o vice-governador Darci Piana, que participou da abertura do evento.

Smart City

Quatro temáticas principais são discutidas durante o evento: viabilizando tecnologias para cidades inteligentes; governança em cidades digitais; cidades criativas, sustentáveis e humanas; e planejando cidades inovadoras e inclusivas. O evento é organizado pela iCities, empresa curitibana especializada em soluções para smart cities, em parceria com a prefeitura e o Vale do Pinhão.

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, lembrou que a capital sempre foi reconhecida pela inovação, o que levou a cidade a sediar o evento brasileiro. “Queremos evoluir cada vez mais. Ser escolhidos para sediar essa feira nos distingue como cidade que investe na inovação”, disse. “Temos parcerias com os governos estadual e federal na área. Mas queremos principalmente que o nosso povo seja inteligente, por isso buscamos novas opções, como o aplicativo Curitiba, que será lançado no aniversário da cidade, na semana que vem”, explicou.

A área de exposição conta com 35 empresas dos setores público e privado, exibindo soluções e inovações em áreas como iluminação pública, segurança, educação, saúde, saneamento básico, trânsito e urbanismo, além de mais de 80 especialistas e a participação de startups de Curitiba e região. Representantes das estatais paranaenses também participam de discussões sobre inovação e tecnologia no setor público.

Ricardo Zapatero, CEO da FIRA Barcelona, afirmou que os setores públicos e privados devem trabalhar juntos para construir cidades inteligentes. “O evento traz ao alcance de todos as novidades tecnológicas para o planejamento das cidades, como se pensam cidades inteligentes para melhorar a vida da população”, disse. “É muito importante a colaboração entre as administrações públicas e a iniciativa privada para buscar soluções e aportar a tecnologia”, afirmou. 

Conteúdo da Agência de Notícias do Paraná

Assine a newsletter semanal do AUTOO!