Carro com um projeto bem singular e concebido com ótimos diferenciais, o Honda Fit é um modelo que conquistou uma série de fãs aqui no Brasil. Conhecido pela versatilidade de sua cabine, o bom espaço interno considerando seu tamanho e a modularidade dos bancos, não é raro encontrar consumidores que estão em seu segundo ou terceiro Fit.

Aqui no Brasil, a carreira do Fit começa em 2003, portanto contamos com todas as gerações do modelo em nosso país. Há exatos 15 anos, o Fit chegava às concessionárias com motor 1.4 a gasolina de 80 cv e a opção de câmbio manual ou automático CVT. Quem é dono ou já possuiu o modelo em questão sabe que um dos pontos fortes dessa geração na configuração CVT é a economia de combustível. São vários os relatos de donos do primeiro Fit automático que conseguem médias de 12 km/l na cidade e 15 km/l na estrada sempre com gasolina.

Segundo o levantamento do Autoo apontando os carros mais vendidos no Brasil nos últimos 10 anos, o Honda Fit ocupa uma honrosa 21ª posição, tendo acumulado, no período, 403.694 unidades emplacada em nosso país. É um número muito bom levando em conta que não estamos falando de um carro de entrada e que atua em um segmento muito peculiar.

Hoje o Honda Fit encontra-se em sua terceira geração no Brasil e, na linha 2018, ganhou os importantes reforços dos controles de tração e estabilidade como um item de série. Sua versão topo de linha EXL recebeu ainda os faróis com iluminação por LED, 6 airbags e central multimídia com os sistemas de espelhamento de smartphones CarPlay e Andoid Auto.

Pontos fortes

Como mencionamos no início do texto, o Honda Fit traz como principal destaque o habitáculo versátil e espaçoso.

A Honda soube criar uma excelente arquitetura para o modelo, a qual é compartilhada pelo City e o HR-V.

Ao contar com tamanho semelhante ao de um VW Polo atual ou um Fiat Argo, o Honda Fit consegue entregar excelente espaço interno para 5 passageiros e seu porta-malas é superior ao de hatches compactos e até mesmo o de modelos de médio porte.

Com isso, o Honda Fit é um excelente automóvel para quem deseja um carro compacto, prático para o uso urbano, mas tem família e precisa de uma cabine mais generosa. Nesse sentido, poucos modelos cumprem essa proposta tão bem quanto o Honda Fit. Ele é um produto bem singular dentro do mercado e não é por acaso que reúne tantos fãs.

No geral, o Honda Fit também conta com uma mecânica bem robusta e não são raros os casos de taxistas que rodaram vários quilômetros com o carro sem relatar quaisquer problemas graves com o modelo.

Pontos fracos

Como qualquer modelo mais longevo, é bom ficar atento em algumas peculiaridades do Honda Fit.

No caso da segunda geração (modelos de 2009 a 2014), por exemplo, a versão topo de linha EXL sofria um pouco com suas rodas de liga leve aro 16”, que comprometiam um pouco o conforto ao rodar em especial sobre pisos irregulares.

Outro ponto que pede atenção na segunda geração do Fit é que o tanque de combustível muito pequeno, com somente 42 litros, limitava bastante a autonomia do modelo. O consumo do Fit não era ruim, mas a falta de um alcance maior para o modelo de entrada da Honda pedia paradas constantes no posto de combustível.

Já a primeira geração, por sua vez, apresentou alguns problemas bem pontuais envolvendo a transmissão automática CVT, por isso é bom ficar atento no modelo que você está de olho. Sempre verifique se as manutenções foram realizadas no intervalo correto e faça uma boa avaliação do modelo, inclusive rodando um pouco com o carro, para verificar se ele não demonstra nenhum sinal de problema aparente.

Apesar das inúmeras virtudes que sempre entregou, o Honda Fit sempre foi um modelo com um preço ligeiramente acima dos concorrentes e não compensava isso com uma lista de equipamentos melhor, muito pelo contrário. Você sempre encontrará o Fit com ar-condicionado, travamento central e vidros elétricos e direção assistida, mas não espere por recursos mais avançados.

Quais versões devo comprar?

Muita gente ainda nutre um grande desejo de comprar o Honda Fit da primeira geração em especial pelo conjunto muito econômico que ele entrega. Só fique atento que essas unidades já estão muito além em termos de idade do que é recomendável alguém adquirir pensando em um carro usado. De qualquer forma, apesar do preço convidativo que algumas unidades podem apresentar, fique de olho na procedência do modelo.

Uma boa opção do Honda Fit reside na versão LX em todas as suas gerações. Ela sempre foi a pedida mais racional do modelo, já oferecendo os principais equipamentos de conforto e segurança por um preço aceitável.

Equipada com o motor 1.4 até a segunda geração, ela oferece desempenho aceitável, coerente com a proposta do Fit, e baixo consumo. É uma pedida bem interessante para o Honda.

Já na terceira geração, o público acabou optando mais pelas versões superiores do Honda Fit, no caso a EX e a EXL, em especial por elas já entregarem itens cada vez mais desejados pelo público dentre eles o revestimento interno de couro e a central multimídia. Portanto, a tendência é que essas configurações, daqui para frente, contem com mais liquidez.

Quais versões devo evitar?

Um modelo como o Honda Fit é majoritariamente procurado com câmbio automático, portanto é bom você priorizar esse tipo de configuração na hora de optar pelo Fit.

É possível encontrar o Honda com câmbio manual, mas essa versão responde por uma parte muito pequena das vendas e serve apenas como uma porta de entrada para o modelo graças ao valor mais acessível. 

 
 
Honda Fit 2011
 
Honda Fit 2011
Honda Fit 2011
Honda Fit 2013
 
Honda Fit 2013
Honda Fit 2013
Honda Fit 2003
 
Honda Fit 2003
Honda Fit 2003
Honda Fit 2017
 
Honda Fit 2017
Honda Fit 2017
Honda Fit 2017
 
Honda Fit 2017
Honda Fit 2017
Honda Fit 2017
 
Honda Fit 2017
Honda Fit 2017
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
Honda Fit 2018
Honda Fit 2018
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |