Hyundai deverá avançar com a eletrificação de seus modelos nacionais

Futuro projetos para mercados emergentes contemplam conjuntos propulsores mais eficientes
Hyundai HB20S 2021

Hyundai HB20S 2021 | Imagem: Divulgação

Não é por acaso que estamos presenciando movimentações de cada vez mais intensas de fabricantes instaladas no Brasil apostando na eletrificação de suas gamas, uma vez que o país caminha para a adoção de regras de emissões cada vez mais restritivas. 

Recentemente, a CAOA Chery estabeleceu que terá um portfólio composto apenas por veículos híbridos e elétricos até o fim do ano que vem. A Volkswagen, por sua vez, prepara-se para a introdução do Polo híbrido-leve, enquanto empresas recém-chegadas, como é o caso da Great Wall, também vão apostar em uma gama totalmente eletrificada. 

Olhando para o que a companhia está desenvolvendo no exterior, fica cada vez mais claro que a Hyundai também deverá seguir pelo caminho da eletrificação no mercado brasileiro. 

Na Índia, a fabricante sul-coreana já iniciou os testes da nova geração do Verna, sedã equivalente ao HB20S para mercados asiáticos. Por lá, o Verna concorre com modelos como o Skoda Slavia, Maruti Suzuki Ciaz, assim como o VW Virtus e o Honda City, estes mais conhecidos entre nós. 

VEJA TAMBÉM:

O ponto fundamental do projeto BN7, como é conhecida até o momento a nova geração do Verna, é que ela deverá contemplar versões com tecnologia híbrida-leve. 

O sistema é mais simples em relação a um híbrido convencional para não acarretar em um aumento significativo no preço final do automóvel, sendo que, para tanto, utiliza um pequeno motor elétrico, geralmente associado ao câmbio, e uma bateria bem mais compacta se comparada com a de um modelo full hybrid

De todo modo, o sistema híbrido-leve já resulta em ganhos relevantes para a eficiência energética do carro como um todo, reduzindo o consumo e aprimorando o desempenho de modo geral. 

A previsão é que o novo Verna faça sua estreia global na Índia ao longo do ano que vem, quando poderemos saber mais detalhes sobre o conjunto de eletrificação projetado pela Hyundai para mercados emergentes. 

Aqui no Brasil, por sua vez, ainda é esperado um facelift para a gama HB20 ao longo deste ano. Eventuais alterações mais profundas na mecânica dos compactos provavelmente devem levar bem mais tempo, porém, assim como a Volkswagen prepara o Polo eTSI, é inevitável que a fabricante trilhe o mesmo caminho.

Acima o Hyundai Verna comercializado na Ásia: nova geração esperada para 2023
Acima o Hyundai Verna comercializado na Ásia: nova geração esperada para 2023
Imagem: Divulgação
Tags