A Fiat Chrysler revelou uma novidade muito interessante nesta segunda-feira (8) envolvendo um dos modelos de grande aceitação da Jeep aqui no Brasil.

Segundo comunicado da fabricante ítalo-americana, o Jeep Renegade passará a contar com uma versão híbrida plug-in, que, ao menos até o momento, será produzida somente na fábrica italiana de Melfi e chegará ao mercado europeu em 2020. O Renegade PHEV (sigla em inglês para Plug-in Hybrid Electric Vehicle) faz parte de um investimento de 200 milhões de euros da FCA na unidade de Melfi, que também produz o Renegade e o 500X com motorização apenas a combustão.

A FCA declara que as primeiras unidades do Renegade PHEV sairão da linha de montagem em Melfi ainda em 2019. A fábrica também receberá parte do investimento para modernização e adequação da linha de montagem para a produção de veículos híbridos, bem como os funcionários também receberão treinamento específico para lidar com a tecnologia.

Seguindo uma forte tendência para a próxima década, o grupo FCA também vai pegar carona na mesma estratégia dos principais concorrentes e investirá cada vez mais na eletrificação da gama. O conglomerado deseja oferecer, por volta de 2022, 12 sistemas de propulsão eletrificados que serão disponibilizados em vários modelos do grupo. Esses sistemas contemplam desde veículos híbridos até elétricos, passando por híbridos plug-in, mild-hybrids, dentre outros. “As tecnologias serão aplicadas ao mesmo tempo e irão aprimorar os pontos fortes de cada uma das marcas do grupo”, explica a FCA em seu comunicado.

São esperados, no início da década seguinte, cerca de 30 modelos dentre as marcas do grupo FCA com um ou mais sistemas de propulsão eletrificada em diferentes versões. Além do Renegade PHEV, também está confirmada uma opção híbrida plug-in da minivan Chrysler Pacifica. A picape RAM 1500, por sua vez, também terá uma opção mild-hybrid, no caso o sistema e-Torque.

O Autoo entrou em contato com a FCA no Brasil para saber se existe intenção da empresa em nacionalizar o Renegade híbrido. A empresa nos respondeu que não existe nada previsto nessa linha, incluindo uma eventual importação do modelo. De qualquer forma, considerando os incentivos que o Rota 2030 trará para a busca por maior eficiência energética nos carros produzidos aqui, é bem possível apostar na chegada do Renegade híbrido também ao mercado brasileiro.

 
 
Acima o Jeep Renegade híbrido plug-in
 
Acima o Jeep Renegade híbrido plug-in
Acima o Jeep Renegade híbrido plug-in
Produção do Jeep Renegade híbrido na fábrica italiana de Melfi, na Itália
 
Produção do Jeep Renegade híbrido na fábrica italiana de Melfi, na Itália
Produção do Jeep Renegade híbrido na fábrica italiana de Melfi, na Itália
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/