Kia Sportage 2019 é reestilizado 'pela metade'

SUV ganha novos para-choques, faróis e lanternas além de interior modificado, mas novidades só valem para versões mais caras por enquanto
Kia Sportage 2019

Kia Sportage 2019 | Imagem: Divulgação

O Sportage é o veículo mais vendido da Kia no Brasil nos últimos anos. Não porque seja o melhor produto dela, mas sim porque a marca deixou de disputar os segmentos mais volumosos – na época o sedã Cerato e o Soul eram seus carros mais populares.

Com atuação mais restrita, a montadora optou por focar numa categoria em que tem tradição e condições de disputar os clientes, a dos SUVs médios. E agora o Sportage na linha 2019 passa a contar com melhorias significativas.

Um dos destaques da marca no Salão do Automóvel, o Sportage 2019 passa a contar com para-choques reestilizados, faróis e lanternas com novo desenho além de rodas exclusivas. Por dentro as novidades estão no volante, painel de instrumentos, bancos e controles de ventilação e ar-condicionado, que foram repensados.

Chama a atenção, no entanto, a nova central multimídia de 8 polegadas que foi instalada de maneira mais “natural” ao painel. O problema é que essa atualização só vale para as duas versões mais caras do Sportage, ou seja, uma reestilização “pela metade” já que são quatro versões à venda no país.

Segundo a Kia, as versões P.264 e P.265 contam com o novo visual além de possibilidade de desligar o controle de tração e estabilidade, teto solar panorâmico e faróis em LED, freio de estacionamento elétrico, assistente de tráfego e detector de ponto cego (os quatro últimos apenas no P.265).

Questionada se as versões de entrada P.152 e P.253 são mesmo da linha 2019 por não apresentarem o novo estilo, a Kia ainda não se pronunciou.

Motor turbo distante

Quanto à parte mecânica, o Sportage permanece equipado com o motor 2.0 litros flex de 167 cv e câmbio automático de seis velocidades. Eis aí um aspecto que o utilitário esportivo poderia ter evoluído, afinal seu concorrente Tucson oferece o motor GDi, um turbo de injeção direta de combustível mais eficiente e econômico. E que equipa o Sportage na Europa, por exemplo.

À parte o fato de não ser flex, o motor turbo 1.6 roda 10,5 km com um litro de gasolina na cidade enquanto o Sportage com seu motor 2.0 aspirado consegue apenas 8,6 km, ou 18% menos. Na prática é como se alguém que rodasse 2.000 km por mês apenas em ambiente urbano gastasse R$ 200 a mais com o Kia. Ou seja, uma novidade que o Sportage 2019 merecia.

Segundo a Kia, as versões P.152 e P.253 custam R$ 109.990,00 e R$ 134.990, respectivamente. A versão P.264 é comercializada por R$ 145.490,00, enquanto a versão P.265, topo de linha, é vendida por R$ 156.990,00.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!