Líder na América do Sul, Stellantis completa um ano de operação

Há um ano a companhia começou a ser negociada na bolsa de valores de Nova York
Fiat Pulse: uma das estreias mais importantes de 2021

Fiat Pulse: uma das estreias mais importantes de 2021 | Imagem: Divulgação

União que mostrou-se acertada e ocorreu de maneira surpreendentemente rápida, a Stellantis comemora nesta quarta-feira (19) seu primeiro ano de operações. A data em questão marca o início da listagem da companhia na bolsa de valores de Nova York. 

Ao reunir todas as marcas que até então estavam sob controle da Peugeot S.A. e da Fiat Chrysler Automobiles N.V., a Stellantis logo se tornou a líder de mercado na América do Sul, com destaque para Brasil e Argentina. 

Segundo o conglomerado, foram comercializados 811,6 mil veículos na América do Sul, resultando em uma participação de mercado de 22,9% da Stellantis na região. 

O Brasil respondeu por 635,5 mil veículos do total negociado pela Stellantis, conferindo 32% de participação de mercado para a empresa no país. 

Outros 103,3 mil veículos foram emplacados na Argentina, o equivalente a 29,1% do mercado local. Com os números, a Stellantis se consolida como o maior fabricante regional de automóveis e comerciais leves. 

11 novidades

Ao longo de 2021, a Stellantis promoveu 11 estreias no mercado brasileiro, com destaque para produtos inéditos tais como o Fiat Pulse e o Jeep Commander. No campo da eletrificação, destaque ainda para as chegadas dos modelos 100% elétricos Fiat 500e, as vans comerciais Peugeot e-Expert e Citroën Ë-Jumpy, além do início das vendas do Peugeot e-208 GT

Todas as marcas da Stellantis cresceram acima do mercado. A Fiat, que liderou o mercado brasileiro, cresceu 34% em relação ao ano anterior, enquanto o mercado nacional de automóveis e comerciais leves expandiu-se 1,7% no período. Jeep cresceu 35,1% e liderou o segmento de SUVs, enquanto Ram atingiu seu recorde de vendas e cresceu 87%. A Citroën demonstrou o mesmo vigor, com uma expansão de 73,2%. Mas foi a marca Peugeot a que mais cresceu no ano: 118,9% na comparação com o ano anterior”, destaca a empresa. 

A Stellantis e a Fiat também celebraram os carros mais vendidos nos dois mercados mais importantes da região. A Fiat Strada liderou o mercado brasileiro, sendo a primeira picape a ocupar o topo das vendas entre todos os modelos de automóveis e comerciais leves no país, enquanto o Fiat Cronos foi o mais vendido na Argentina”, conclui a fabricante.

Peugeot 208 2022
Peugeot: sob gestão da Stellantis, marca mais do que dobrou suas vendas no Brasil em 2021
Imagem: Divulgação