Mais carros da Renault-Nissan, inclusive no Brasil, terão motores Mercedes

Parceria da alemã com a aliança deu origem ao 1.3 turbo. Além de Duster e Kicks, mais modelos o usarão
Nissan Kicks 2020

Nissan Kicks 2020 | Imagem: Divulgação

Já faz um certo tempo que uma parceria entre a Aliança Renault-Nissan e a Mercedes-Benz deu origem a um inédito motor 1.3, que pode ter turbo em algumas aplicações. Por aqui, era esperado que o novo Duster o estreasse, mas isso deve ocorrer primeiro na Argentina e não há data para que a novidade chegue ao Brasil.

Outro modelo conhecido de nosso mercado que receberá o 1.3 turbo da Mercedes será o novo Nissan Kicks, que deve estrear um novo visual e até versão híbrida ainda no mês de maio. Novamente, ainda não há uma data para a estreia dessa novidade no Brasil. A Índia, por outro lado, terá mais modelos com esse motor sob o capô.

Segundo o site Indian Autos Blog, modelos da Aliança Renault-Nissan na Índia já utilizam versões sem turbo ou injeção direta do motor da Mercedes-Benz, principalmente nos segmentos de entrada. O Nissan Micra, chamado de March no Brasil, é um exemplo. A configuração mais barata do 1.3, não equipada com os periféricos mais sofisticados, entrega 100 cv. Com injeção direta apenas, o número sobe para 117 cv.

Já o 1.3 turbo e com injeção direta, usado também em modelos da Mercedes-Benz, já está confirmado para estrear na Índia sob o capô do novo Kicks, devendo entregar 156 cv de potência total. De acordo com a publicação indiana, a Renault está prestes a apresentar também seus próprios modelos com esse novo motor. Entre os que estão mais próximos, pode-se citar o próprio Duster até o final de 2020 e o Captur posteriormente, estratégia que também deve ser replicada por aqui. 

Nota do editor (15/05/2020 às 9h44): a Renault procurou nesta sexta-feira o Autoo solicitando o seguinte esclarecimento que reproduzimos na íntegra: "o motor 1.3 citado turbo não é um motor Mercedes. É um motor Renault, que a Mercedes já utiliza, inclusive aqui no Brasil".

Com diferenças sutis, facelift da primeira geração do Captur estreou em 2017 na Europa
Facelift do Captur, que estreou em 2017 na Europa, deve ser lançado em breve no Brasil; motor 1.3 turbo pode figurar no SUV
Imagem: Divulgação

 

Assine a newsletter semanal do AUTOO!