Mercedes-Benz lança Classe E mais comprido para os chineses

Versão L tem 5 metros de comprimento e muito mais espaço no banco traseiro

Mercedes-Benz Classe E 400 L | Imagem: Mercedes-Benz

Chineses gostam de carros grandes. Por lá, sedãs de luxo vendem como pão quente e desafiam a lógica. Quem pensa que a Mercedes-Benz lucra com carros compactos por lá, como o Classe A ou B, se engana. O modelo mais vendido da marca alemã na China, quem diria, é o suntuoso Classe S, que no Brasil custa mais de R$ 700 mil. Seguindo esse gosto peculiar, a montadora “esticou” o já imponente Classe E, que estreou no Salão de Xangai a versão L, de Long (longo, em inglês).

Nessa configuração, o sedã tem mais 14 centímetros na distância entre-eixos e chega a 5 metros de comprimento.

Com a carroceria alongada o Classe E ganha mais espaço na cabine, principalmente na parte do banco traseiro, onde geralmente costuma viajar o proprietário desse carro. Além disso, o modelo vem uma vasta lista de equipamentos de conforto e entretenimento, como ar-condicionado com zonas individuais de climatização, assentos com massageadores, sistema de som de ponta, entre outros.

Avaliação: Novo Classe A se transforma em hatch instigante

Aproveitando a “esticada”, a Mercedes-Benz também deu um “tapa” no visual do Classe E, que ganhou uma nova grade frontal inspirada seguindo o padrão mais recente da marca, lançado no Classe A.

A versão L está presente para os modelos E 260, E 300 e o híbrido E 400. O carro, por enquanto, será vendido apenas no mercado chinês.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!