Mercedes confirma produção de utilitário esportivo compacto

Mesma plataforma da nova geração do Classe A será base de utilitário esportivo e de versão perua do hatchback

Linha de produção da nova geração do Mercedes-Benz Classe A | Imagem: Divulgação

As primeiras unidades da nova geração do Mercedes-Benz Classe A começaram a sair da fábrica de Rastatt, na Alemanha, nesta semana, e a montadora já confirmou que a nova plataforma utilizada no modelo, a MFA (Modular Front Architecture), servirá de base para mais dois veículos.

Durante a comemoração da primeira unidade do Classe A produzida, na segunda-feira (16), o presidente mundial do Grupo Daimler, Dieter Zestche, declarou que "um utilitário esportivo compacto será o terceiro modelo a ser produzido em Restatt.

O segundo modelo ainda é mantido em sigilo, mas há especulações que indicam que possa ser uma versão perua do Classe A.  Mas a produção do utilitário esportivo, que vai concorrer com o BMW X1, já está confirmada. Ainda sem nome oficial, o SUV tem sido chamado pela imprensa mundial de Mercedes GLC.

O utilitário esportivo será produzido na mesma fábrica que o Classe A, utilizando os mesmos motores que o hatchback, ou seja, o propulsor A180 1.6 turbo de 122 cv e a opção diesel de 109 cv. Ainda não há informações sobre a transmissão, mas pode-se esperar a mesma caixa manual de seis marchas e a opção de  transmissão automatizada 7G-DCT com sete velocidades e dupla embreagem.
 

 

 

Assine a newsletter semanal do AUTOO!