Michelin lança pneu 'três vezes mais seguro' no Brasil

Com modelo Primacy 3, marca espera dobrar sua participação no mercado da América do Sul até 2020

Nova linha de pneus Primacy 3, da Michelin | Imagem: Divulgação

Michelin está lançando uma nova linha de pneus para carros de passeio de porte médio, o Primacy 3. A fim de dobrar sua participação de mercado na América do Sul até 2020, a marca espera convencer o brasileiro oferecendo um pneu 5% mais caro que a média dos concorrentes, porém três vezes mais seguro, segundo garante a empresa. O modelo mais utilizado, 205/55 R16, será vendido por R$397,00 e chega às lojas em maio.

A nova linha conta com 29 dimensões diferentes de pneus, em aros de 16, 17 e 18 polegadas, sendo que dez estão sendo produzidos na fábrica de Itatiaia (RJ), e os demais, importados da Europa. O Primacy 3 é vendido no Velho Continente desde setembro de 2012, todavia, para o Brasil, o modelo ganhou um cabo específico reforçado que não existe na versão europeia para aguentar os buracos e as más condições das estradas brasileiras. O novo produto atenderá tanto o mercado de equipamento original, quanto o de reposição.

Segundo Damien Destremau, diretor geral de pneus de veículos de passeio, caminhonetes e motos da Michelin América do Sul, os primeiros clientes da nova linha serão as montadoras. Os modelos Peugeot 308,  Ford Focus e o novo Citroën C4 Pallas já sairão de fábrica equipados com o novo pneu.

De acordo com a Michelin, o Primacy 3, tem 12% a mais de aderência em curvas e freia três metros antes em pista seca e quatro metros antes em pista molhada. A comparação foi realizada com os pricipais concorrentes vendidos no mercado brasileiro - Bridgestone Turanza, Goodyear Excellence e Pirelli Cinturato P7. Um detalhe importante é que os testes foram realizados apenas com veículos equipados com freios ABS.

Borracha mais flexível

Duas novas tecnologias são as responsáveis por aprimorar a performance, a Stabiligrip, que é um reforço entre os diversos blocos de borracha que formam o pneu, resultando em uma menor deformação, e a Flexmax, que combina um composto de borracha mais flexível e os blocos de borracha com corte em chanfro a 45 graus, que maximizam a área de contato, proporcionando maior aderência. A Michelin anuncia que o novo produto dura cerca de 9.000 quilômetros a mais que os concorrentes.

Para comprovar a teoria, o AUTOO foi convidado a dirigir um Peugeot 308 com pneus Michelin Primacy 3  e outro veículo do mesmo modelo calçado com pneus do concorrente no Kartódromo internacional da cidade de Zarate, a cerca de 80 km de Buenos Aires. A discrepância na estabilidade, dirigibilidade e segurança dos veículos foi gritante. No entanto, a marca pecou na transparência, uma vez que foram utilizados dois veículos no teste e não acompanhamos a calibragem dos pneus tampouco as regulagens feitas anteriormente em cada automóvel.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!