MINI passa por recall nos Estados Unidos

Cerca de 90 mil modelos podem pegar fogo por causa do risco de superaquecimento no sistema de resfriamento do turbo

Versão apimentada do Mini Cooper não escapou do recall nos Estados Unidos | Imagem: Divulgação

Ela foi avisada pelo NHTSA (National Highway Traffic Safety Administration), em outubro de 2011, que seus modelos seriam investigados e agora é oficial. A Mini anunciou que os modelos Cooper S, Countryman e JCW, fabricados entre novembro de 2006 e janeiro de 2011, passarão por um chamado nos Estados Unidos devido a um risco de incêndio.

De acordo com a agência de segurança rodoviária norte-americana, foi identificado que a placa eletrônica, que aciona a bomba de água para resfriar o turbo, pode sofrer um superaquecimento e fazer com que o carro fique em chamas.

No total serão chamados para recall cerca de 90 mil modelos naquele mercado. Aqui no Brasil, a assessoria de imprensa da marca ainda não tem informações se algum modelo vendido no país será chamado para reparos, mas assim que tiverem uma posição da matriz comunicará seus clientes.

Leia mais: Mini One é porta de entrada, não de serviço

Assine a newsletter semanal do AUTOO!