Mitos do WhatsApp: carro com o interior muito quente pode causar câncer?

Autoo apura se a informação que circula na mídia é real ou fake news
Troller T4 2020

Troller T4 2020 | Imagem: Divulgação

Não são raras as muitas mensagens que recebemos de amigos, familiares ou em grupos no WhatsApp com as mais mirabolantes teorias ou supostas informações que se dizem verdadeiras.

Cumprindo com a função do bom jornalismo, o Autoo tentará elucidar algumas dessas mensagens que dizem respeito ao universo automotivo, contando com a ajuda de profissionais de destaque em suas áreas.

Uma dessas mensagens que começou a circular pelo WhatsApp recentemente exibia o seguinte conteúdo:

Que informação massa!!

Um carro estacionado na sombra durante um dia com as janelas fechadas pode conter de 400-800 mg. de Benzeno. Se está no sol a uma temperatura superior a 16º C., o nível de Benzeno subirá a 2000-4000 mg, 40 vezes mais o nível aceitável... 

A pessoa que entra no carro mantendo as janelas fechadas inevitavelmente aspirará em rápida sucessão, excessivas quantidades desta toxina. 

O Benzeno é uma toxina que afeta o rim e o fígado. E o que é pior, é extremamente difícil para o organismo expulsar esta substância tóxica.

Ar condicionado ou ar simples dos Automóveis

O manual do condutor indica que antes de ligar o ar condicionado, deve-se primeiramente abrir as janelas e deixá-las assim por um tempo de dois minutos, porém não especificam "o porquê", só deixam entender que é para seu "melhor funcionamento". 

Aqui vem a razão médica:

De acordo com um estudo realizado, o ar refrescante antes de sair frio, manda todo o ar do plástico quente o qual libera Benzeno, que causa câncer (leva-se um tempo para dar-se conta do odor do plástico quente no carro). Por isto é a importância de manter os vidros abertos uns minutos.

"Por favor não ligar o ar condicionado ou simplemente o ar, imediatamente ao se entrar no carro. Primeiramente deve-se abrir as janelas e depois de um momento, ligar o ar e manter as janelas abertas uns 2 (dois) minutos."

Além de causar câncer, o Benzeno envenena os ossos, causa anemia e reduz as células brancas do sangue. 

Uma exposição prolongada pode causar Leucemia, incrementando o risco de câncer. 
Também pode causar um aborto. O nível apropriado de Benzeno em lugares fechados é de 50 mg/929 cm2. 

Assim amigos, por favor, antes de entrar no carro, abrir as janelas e a porta para assim dar tempo a que o ar interior saia e disperse esta toxina mortal.

Informação procede: Não!

Quem ajudou o Autoo a esclarecer mais um mito que circula pelo WhatsApp foi o engenheiro Francisco Satkunas, conselheiro da SAE Brasil (Sociedade de Engenheiros da Mobilidade).

Confiram, abaixo, a resposta de Satkunas:

“Tremendo FAKE alarmista. Na década de 70, com o inicio da plastificação dos automóveis, realmente a exposição ao sol emitia apenas gases da família dos aldeídos (nada a ver com Benzeno), que embaçavam o para-brisa internamente. Esses tampouco eram cancerígenos. Atualmente nem essas emissões ocorrem mais. Apenas carros novos possuem cheiro de novo, como qualquer sofá, mas sem risco nenhum e por pouco tempo.

Manter as janelas abertas quando o carro fica muito exposto ao sol ajuda a ventilar internamente com o único objetivo de tornar o ambiente mais agradável e, quando se possui ar-condicionado, acelerar o conforto da refrigeração.

Outro absurdo é que o autor fala de toxinas. A toxina é de caráter orgânico e nada tem a ver com gás inorgânico". 

Desde já o Autoo agradece ao engenheiro Satkunas e toda equipe da SAE Brasil pela atenção!