Museu da Saab terá acervo leiloado

Entre os modelos estão os famosos 92, 93 e 99 turbo, o raro 92.001, conceitos como o Aero-X e alguns esportivos da Spyker

Saab 92, um dos primeiros carro da marca sueca | Imagem: Divulgação

Parece que o lamentável fim da Saab ainda terá mais alguns capítulos. Depois de ter entrado com pedido falência no final do ano passado e ter produzido as últimas 100 unidades que estavam paradas nas linhas de montagem da fábrica de Trollhättan, na Suécia, agora o acervo de carros do museu da marca, que foram confiscados em setembro do ano passado, será leiloado pelo tribunal sueco.

Entre os modelos que estão listados encontram-se os famosos e raros 92, 93 e 99 turbo, os últimos 9-3 e 9-5 Sedan, além de conceitos como o Aero X, carros de rali, um curioso Cadillac BLS e alguns esportivos da Spyker, sua última controladora.

Os carros deverão ser vendidos separadamente, o que torna inviável a formação de um novo museu para contar a história da montadora.

Além disso, rumores indicam que as últimas 100 unidades que a Saab produziu na primeira semana do ano deverão ser destruídas, pois a marca não teria condições de oferecer a devida garantia e os serviços de pós-venda adequados.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!