Na Argentina, Tiggo 7 terá motor 1.5 turbo

Lançamento no país vizinho sinaliza a configuração que também poderá ser ofertada no Brasil
Chery Tiggo 7 2018

Chery Tiggo 7 2018 | Imagem: Divulgação

Já confirmados para o Brasil, aos poucos começamos a descobrir mais detalhes do que podemos esperar dos novos Chery Tiggo 4 e Tiggo 7 em nossa região.

A representante argentina da Chery lança neste mês os dois SUVs, em companhia do sedã Arrizo 5 (também será feito no Brasil), no país vizinho e as configurações escolhidas para os modelos sinalizam o que podemos esperar deles por aqui.

Posicionado como o modelo topo de linha da Chery por lá, o Tiggo 7 chegará ao mercado argentino com um conjunto mecânico bem interessante, que deverá trazer mais valor para a marca chinesa. O SUV de porte médio contará com o propulsor 1.5 turbo sob o capô, o qual entrega 152 cv de potência e 20,9 kgfm de torque. No comunicado, os importadores argentinos não especificaram a transmissão que o Tiggo 7 utilizará por lá, mas no mercado chinês ele pode receber até uma caixa de dupla embreagem, o que deve favorecer o desempenho e a economia de combustível.

No quesito segurança, o Tiggo 7 conta com uma nova plataforma que combina vários elementos para reforçar a integridade estrutural e seu projeto contempla 6 airbags, a geração mais recente do controle de estabilidade, dentre outros recursos. O Tiggo 7 também conta com suspensão multibraço nas rodas traseiras e uma generosa central multimídia com tela de 9”.

O preço do Tiggo 7 na Argentina ainda não foi revelado.

Arrizo 5

O sedã Arrizo 5, outro modelo que a Chery vai produzir no Brasil, também foi anunciado na Argentina.

Por lá, o sedã terá motor 1.5 16V que entrega 115 cv e 14,3 kgfm de torque e chegará com as opções de câmbio manual ou automático CVT. O modelo terá bom nível de equipamentos, com destaque para os 4 airbags, controle de estabilidade, dentre outros.

Com um porte de certa forma intermediário entre um sedã compacto e um médio, o Arrizo 5 conta com 4,53 m de comprimento, 1,81 m de largura e 1,47 m de altura, com o entre-eixos alcançando 2,65 m. O porta-malas do modelo acomoda até 430 litros de bagagem.

Certamente o foco do modelo será o custo-benefício, contudo resta saber se aqui no Brasil ele manterá o motor 1.5 16V e também será necessário conferir de perto se o propulsor é suficiente para ele.