Novo Classe C ganha versão perua

Modelo Estate da Mercedes-Benz pode comportar até 1.510 litros no porta-malas

Mercedes-Benz Classe C Estate 2015 | Imagem: Mercedes-Benz

A nova geração do Mercedes-Benz Classe C, modelo que será fabricado no Brasil a partir de 2016 na versão sedã, ganhou uma nova versão Estate, a designação da marca alemã para suas peruas. Voltado para famílias, o modelo está mais prático e versátil para tal função, com mais itens e dimensões ampliadas, principalmente no porta-malas.

Segundo a marca, a distância entre-eixos do Classe C Estate cresceu 80 mm até chegar a 4,840 mm, o suficiente para aumentar o espaço na cabine. Já o ganho em comprimento foi de 96 mm, chegando a 4,702 mm, o que permitiu aumentar a capacidade do porta-malas para até 1.510 litros com os bancos rebatidos – na configuração normal o bagageiro leva 490 l, contra 450 l da geração passada.

Veja mais: Mercedes-Benz Classe C nacional terá motor flex em 2016

Entre os novos itens, os principais são o novo sistema de entretenimento da Mercedes-Benz, que possui uma superfície sensível ao toque no console onde é possível até escrever com os dedos, e o sistema de freios automáticos, que impede (ou então minimiza os danos) uma colisão em velocidade de até 105 km/h.

A perua média da Mercedes também adotou o sistema start/stop, que desliga o motor em paradas curtas, como em situação de trânsito pesado ou no semáforo fechado, e volta ligá-lo assim que o pedal do freio é aliviado. Segundo a Mercedes, esse item aliado a melhorias na motorização e carroceria ajudam o carro a ser até 20% mais econômico no consumo de combustível comparado a série anterior.

Novidades também na parte de motorização, com as novas versões com motorização híbrida C 300 Hybrid e C 350 Hybrid. A primeira combina um motor 2.0 diesel quatro cilindros de 204 cv a outro elétrico com mais 27 cv e o segundo modelo tem propulsor 3.0 também diesel de 156 cv associado a outro elétrico de 333 cv.

De acordo com as Mercedes-Benz, o novo Classe C Estate, embora os preços ainda não tenham sido divulgados, começa a ser vendido na Europa a partir de setembro deste ano. No Brasil, por conta da baixa demanda, a versão perua do Classe C é vendida somente sob encomenda e o mesmo deverá ocorrer com a nova geração.