Novo Duster 1.3 turbo estreia na Índia por R$ 76 mil com câmbio manual

Renault apresenta na Ásia o seu utilitário esportivo com motor sobrealimentado desenvolvido em parceria com a Mercedes-Benz
Renault Duster 2021

Renault Duster 2021 | Imagem: Divulgação

Quando a Renault apresentou a nova geração do Duster ao mercado brasileiro, a tão aguardada estreia do motor 1.3 turbo desenvolvido em parceria com a Mercedes-Benz não aconteceu. Enquanto a apresentação não acontece por aqui, o novo Renault Duster turbo foi apresentado na Índia com preços partindo de 1.049.000 rúpias com câmbio manual, ou cerca de R$ 75,9 mil na conversão direta.

Por lá a novidade será oferecida em três configurações, sendo que as duas mais completas podem contar opcionalmente com transmissão automática de relações continuamente variáveis (CVT), tipo de combinação que também deverá ser utilizada no Brasil. As demais saem de fábrica com um câmbio manual de seis marchas. Na versão mais cara, a RxZ automática, os preços chegam a 1.359.000 (R$ 98,8 mil). 

Detalhe do interior do novo Duster 1.3 turbo vendido na Índia
Detalhe do interior do novo Duster 1.3 turbo vendido na Índia
Imagem: Divulgação

No mercado indiano, o novo Duster turbinado traz o propulsor 1.3 sobrealimentado gerando 156 cv de potência e 25,5 kgfm de torque. A novidade conviverá com o atual 1.5 aspirado já oferecido por lá e que fornece 106 cv de potência e é equipado apenas com um câmbio manual de cinco marchas. Por outro lado, uma opção turbodiesel que trazia a possibilidade de tração integral foi descontinuada.

Visualmente, o novo Renault Duster turbo apresentado na Índia traz poucos elementos de diferenciação em relação às demais configurações, exceto pelos emblemas “Turbo” na carroceria. Porém, a lista de equipamentos na versão mais completa é farta, trazendo itens como start/stop, acionamento remoto da ventilação da cabine do carro, assistente de partida em rampa, central multimídia com tela de 8 polegadas e rodas de 17 polegadas.

No Brasil, a nova geração do Renault Duster pode ser equipada apenas com o motor 1.6 16V flex aspirado, entregando até 120 cv de potência e 16,5 kgfm de torque quando abastecido com etanol. Apenas a versão mais básica tem câmbio manual de cinco marchas, enquanto as demais saem da fábrica com transmissão automática CVT. Os preços para o nosso mercado hoje variam entre R$ 75.890 e R$ 94.890. Por aqui, provavelmente o facelift do Captur nacional deverá estrear a motorização 1.3 turbo, a qual pode ser aplicada também no Duster logo depois. 

Dianteira do novo Duster 1.3 turbo vendido na Índia
Dianteira do novo Duster 1.3 turbo vendido na Índia
Imagem: Divulgação