Novo Fit passa por customização radical

Divisão de tuning Mugen prepara duas versões apimentadas do compacto da Honda

Honda Fit passa por xustomização de peso | Imagem: Divulgação

A ala de tuning e personalização da Honda, a Mugen, desenvolveu duas versões "apimentadas" do novo Fit. A divisão abusou das linhas e traços angulares do projeto original para deixá-los com visuais mais agressivos e comportamentos esportivos. Não foram divulgados os níveis de alterações pelo qual os motores passaram, mas o provável é que sejam duas potências diferentes, já que os customizados receberam a sigla S e RS.

As imagens das versões transformadas do Honda Fit mostram carros com mudanças relevantes: são novas saias laterais, aerofólios (com fibra de carbono para a versão RS), escapamentos duplos e espelhos retrovisores também com fibra de carbono. A divisão não parou por ai e oferece dois tipos de para-choques dianteiros com funções aerodinâmicas, rodas de 17 polegadas e luz de neblina traseira central.

Mas a Mugen foi além das aparências e retrabalhou partes funcionais dos dois Honda Fit. Entre elas estão à suspensão e os freios, assim como componentes para medição de temperatura da água, pressão e temperatura do óleo, entre outros. Tudo para deixar o Honda Fit mais nervoso.

Veja também: Novo Golf VII: demorou, mas chegou com tudo

A motorização das novas versões não foram anunciadas, mas deveram ser baseadas no motor 1.5 i-VTEC de 132 cv que está presente no Honda Fit topo de linha no Japão.

Os dois Hondas preparados pela Mugen servem como vitrine para a venda das peças, que deverá ocorrer separadamente. Desta forma, quem tiver um novo Fit na garagem e quiser investir em deixar ele mais esportivo, poderá contar com acessórios desenvolvidos para o veículo.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!