Para parte dos motoristas nos EUA, assistentes de condução são ''irritantes e incômodos''

É o que constatou pesquisa da J.D. Power com 20.000 proprietários de modelos 2019
Assistentes de condução colaboram para deslocamentos mais confortáveis e seguros

Assistentes de condução colaboram para deslocamentos mais confortáveis e seguros | Imagem: Divulgação

Tidos como grande aliados da segurança veicular, os assistentes de condução, criados com o apoio da tecnologia para evitar falhar humanas, não estão sendo vistos com bons olhos por parte dos motoristas nos EUA.

A constatação foi divulgada no J.D. Power US Tech Experience Study, que envolveu 20.000 proprietários de carros novos (modelo 2019) nos EUA e tem como objetivo analisar o impacto de 38 diferentes tecnologias embarcadas na maioria dos automóveis modernos ao longo dos primeiros 90 dias da relação entre os donos e seus recém-adquiridos veículos.

Para 23% dos participantes, grande parte dos assistentes de condução foram considerados “irritantes e incômodos”, sendo que 61% dessa parcela dos entrevistados declarou que desabilita todas as funções ao dirigir.

Ainda segundo a pesquisa, outros 21% dos entrevistados que não consideram os assistentes de condução tão ruins admitiram que também desabilitam esses recursos.

De acordo com o estudo da J.D. Power, muitos entrevistados expressaram queixas em relação aos sistemas de assistência de permananência em faixa, por exemplo.

“Algumas marcas estão conseguindo tornar sua tecnologia de segurança eficaz sem ser desagradável. Alguns são bons em um aspecto, mas mais fracos em outro, e alguns estão lutando com os dois”, explicou a diretora executiva de interação do motorista e pesquisa de interface homem-máquina, Kristin Kolodge. "É por isso que apenas uma marca tem 90% de seus clientes desejando o assistente de permanência em faixa em seu próximo veículo, enquanto outra marca tem apenas 59% de seus clientes dizendo a mesma coisa”, analisa a executiva da J.D. Power. 

A pesquisa também analisou a satisfação geral que os clientes têm pelos sistemas de espelhamento Apple CarPlay e Android Auto. Dos entrevistados, 69% tinham veículos com Apple CarPlay e/ou Android Auto e 68% disseram que ainda desejam um sistema de navegação próprio/nativo para a central multimídia em seu próximo carro.

Na pesquisa realizada nos EUA, o Kia Stinger foi o melhor avaliado atingindo um total de 834 em uma escala de 1000 pontos por sua experiência em tecnologia. Outros carros bem posicionados no estudo incluem o Hyundai Kona, Toyota C-HR, Kia Forte/Cerato, Chevrolet Blazer, Porsche Cayenne e Ford Expedition.

Guia de Vagas de Estacionamento
Sistemas de permanência em faixa receberam queixas dos motoristas nos EUA
Imagem: Divulgação