Pedestre morre nos EUA vítima de carro autônomo

Ao que tudo indica, é o primeiro acidente do tipo envolvendo pedestres no mundo
Volvo XC90 adaptado para condução autônoma nível 4 que será usado pela Uber nos EUA

Volvo XC90 adaptado para condução autônoma nível 4 que será usado pela Uber nos EUA | Imagem: Divulgação

A tecnologia dos carros autônomos, apontada como um caminho sem volta para a próxima década, acaba de sofrer um revés nesta segunda-feira (19).

De acordo com várias publicações norte-americanas, dentre elas o The New York Times, uma pedestre da cidade de Tempe, Arizona, morreu após ter sido atropelada por um carro autônomo de teste da Uber.

Segundo as informações das autoridades policiais noticiadas pelo jornal, a pedestre, que não foi identificada, estava atravessando a rua fora da faixa quando o carro colidiu com a vítima.

O automóvel, ainda de acordo com os policiais, contava com um motorista enquanto operava em modo autônomo, porém mesmo assim não foi suficiente para evitar a fatalidade.

Um porta-voz da Uber ouvido pelo New York Times informou que a empresa está colaborando com as autoridades e suspendeu os testes com carros autônomos na cidade de Tempe bem como em Pittsburgh, São Francisco e Toronto, no Canadá. 

Ao que tudo indica, o acidente ocorrido em Tempe é o primeiro envolvendo um pedestre e um carro autônomo que se tem notícia no mundo e mostra que a tecnologia ainda precisa ser mais refinada antes de chegar às ruas de forma efetiva.