Peugeot 2008 começa a ser produzido em série no Brasil

Unidade de Porto Real será responsável por fabricar o 2008 para o mercado local e exportação. Vendas começam em abril

Peugeot 2008 na fábrica de Porto Real (RJ) | Imagem: Divulgação

Logo após a chegada do Honda HR-V ao mercado brasileiro, a PSA Peugeot Citroën anunciou o início da produção em série do 2008 na fábrica de Porto Real (RJ). O novo crossover compacto deve fazer sua estreia na rede de concessionárias em abril para brigar também com os veteranos Ford EcoSport e Renault Duster, que deverá receber mudanças visuais nas próximas semanas, e o Jeep Renegade, previsto para chegar ao mercado no dia 10 de abril.

O desenvolvimento do novo Peugeot 2008 no Brasil é fruto de um investimento de cerca de R$ 400 milhões, montante destinado também para a adaptação da unidade fabril fluminense. Foram 3 anos de trabalho, envolvendo uma equipe de mais de 300 pessoas baseadas no Centro de Produção e no Latin America Tech Center, o Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Design da PSA Peugeot Citroën, que tem sede no Brasil.

A linha de montagem de Porto Real recebeu mudanças nas áreas de chaparia, pintura, montagem e formação. De início, a produção brasileira do 2008 será destinada apenas para o mercado nacional, mas a Peugeot já informou que, em um futuro próximo, também deverá abastecer outros países.

“O Peugeot 2008 é um sucesso mundial. O início de sua produção em Porto Real resulta de um excelente trabalho de integração local, desenvolvido por nossas equipes de Pesquisa, Desenvolvimento e Design. Vamos oferecer aos nossos clientes um veículo com muita tecnologia, muita segurança e muito bem adaptado às condições de terreno do Brasil”, diz Carlos Gomes, Presidente Brasil e América Latina da PSA Peugeot Citroën.

Entre os destaques do 2008 está o interior com o conceito i-Cockpit, que associa o volante compacto ao painel de instrumentos elevado e à central multimídia de 7 polegadas, e também a alavanca do freio de estacionamento do tipo manche de avião.

A gama do Peugeot 2008 nacional vai contar com os motores 1.6 aspirado, de 122 cv, e 1.6 THP (turbo), de 173 cv, ambos flex, com transmissão manual de cinco velocidades para o primeiro e de seis marchas para o segundo. Posteriormente, a Peugeot vai dispor também da opção de câmbio automático de quatro marchas para o propulsor menor.

Salvação da lavoura

A Peugeot encara o 2008 como o início da recuperação de mercado da marca, que tem caído nos últimos anos. Embora não fale em números, a expectativa é que o SUV emplaque entre 1.500 e 2 mil carros por mês, o que elevaria significativamente o volume de vendas da Peugeot.
 

Assine a newsletter semanal do AUTOO!