Picapes e SUVs podem ser até três vezes mais letais em atropelamentos

É o que revela pesquisa realizada por veículos de imprensa nos EUA
A carroceria alta e robusta dos SUVs e picapes causa danos mais severos aos pedestres em atropelamentos

A carroceria alta e robusta dos SUVs e picapes causa danos mais severos aos pedestres em atropelamentos | Imagem: Divulgação

O Detroit Free Press e o USA Today vieram à tona nesta semana com um levantamento muito interessante. Segundo dados compilados pelos dois veículos norte-americanos, os SUVs e picapes podem estar cada vez mais no gosto dos consumidores ao redor do mundo, mas eles representam um perigo no trânsito.

De acordo com levantamento realizado pelos dois órgãos de imprensa, picapes e SUVs podem ser de duas a três vezes mais letais em casos de atropelamento. Isso ocorre, em grande parte, devido ao maior porte da carroceria desses modelos, em especial nos EUA, e ao fato da maior altura em relação ao solo dos utilitários em relação aos carros de passeio convencionais, o que afeta regiões vitais dos corpos das vítimas.

Ainda segundo o Detroit Free Press, “as autoridades sabem desse fato há anos e pouco fizeram para reduzir os riscos ou tornar público o problema”, apontam os dois veículos.

A reportagem aponta que o número de pedestres mortos nos EUA cresceu 46% desde 2009, com grande parte dessa elevação creditada aos SUVs. Só em 2016, cerca de 6.000 pedestres foram mortos nos EUA.

O levantamento destaca, contudo, que parte das mortes podem ser devido aos comportamentos dos pedestres, como embriaguez ou falta de atenção na via pelo uso de smartphones, por exemplo, mas segundo a reportagem a conexão entre grande parte das mortes e o envolvimento de utilitários é “muito clara”. O texto relata que ocorreu um aumento de 69% nas mortes de pedestres por atropelamento envolvendo apenas um veículo, no caso SUVs, entre os anos de 2009 e 2016.

Um estudo da própria NHTSA realizado em 2015, agência dos EUA responsável pela segurança viária no país, é claro ao apontar que “SUVs e picapes são responsáveis por 40% das fatalidades envolvendo pedestres, o que sugere que os ferimentos são mais graves quando ocorrem colisões com veículos desses tipos”.

Com isso, a NHTSA foi forçada a criar um novo índice de segurança que engloba a segurança para pedestres. Ele deveria valer a partir dos modelos 2019, porém até o momento não foi implantado pela agência.

Com uma forte demanda ao redor do mundo, ao menos os fabricantes podem colaborar para a segurança viária e tornar os SUVs e picapes mais seguros ao instalar recursos como o alerta de colisão e sistemas de frenagem autônomos no caso de emergência. O Nissan Kicks fabricado no Brasil, por exemplo, conta com esses sistemas em sua versão topo de linha SL acrescida do Pack Tech, que tem preço sugerido de R$ 98.890.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!