Quem acompanhou na última quinta-feira (8) a mais recente coluna de Fernando Calmon publicada no Autoo encontrou ali uma informação muito relevante sobre a chegada do Ford Territory ao Brasil.

De acordo com o colunista, a perspectiva é que a marca de fato possa produzir o SUV localmente, ao que tudo indica em sua unidade fabril na Argentina. Afinal, com o fim da produção do Focus por lá, a marca tem uma linha de montagem livre no país.

Inicialmente, como anunciado pela marca nesta semana, o Territory chegará ao país importado da China. Com a iniciativa, a Ford passa a ser a primeira fabricante de atuação global operando no Brasil a oferecer em nosso mercado um modelo importado do país asiático, uma prova de que a segunda maior economia do mundo já é capaz de produzir automóveis com alto nível de qualidade.

Se o Territory for bem aceito aqui e os futuros acordos comerciais com EUA e União Europeia caminharem, Calmon também antecipa que a Ford tem a intenção de importar o novo Escape ao Brasil. Com tamanho similar ao Territory, o Escape conta com uma proposta mais sofisticada, oferecendo, pelo menos nos EUA, um destacado pacote de itens de conforto, conectividade e assistentes de condução.

Nos EUA, a nova geração do Escape será oferecida com as opções de motores 1.5 e 2.0, ambos com turbo e injeção direta e pertencendo à família EcoBoost de propulsores. O modelo também terá opções híbrida e híbrida plug-in. De qualquer forma, o recado está dado: assim como nos EUA, prepare-se para uma gama Ford na América do Sul cada vez mais centrada em SUVs e picapes.

Acima a nova geração do Ford Escape: modelo está previsto para o Brasil
Acima a nova geração do Ford Escape: modelo está previsto para o Brasil
Imagem: Divulgação

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/