O Punto é um carro ao qual a Fiat é eternamente agradecida. Lançado em 2005, o modelo, batizado na Europa de Grande Punto, renovou o visual da marca e determinou a recuperação da montadora italiana, até então afogada em dívidas.

E é com carinho que a Fiat pensa na nova geração que sucederá a atual, reestilizada no ano passado e que recebeu o sobrenome Evo. Até lá, a montadora terá reduzido o número de plataformas usadas para apenas cinco a fim de ganhar escala e redução de custo. O novo Punto usará a mesma plataforma atual que é chamada de Small Global Architecture, acima da menor, utilizada pelo 500, Panda e Uno.

Mas o projeto deve ser marcante como o atual foi em sua época. A montadora passa por uma reformulação em sua área de estilo para dar conta da enorme demanda por projetos surgida com a aquisição da Chrysler. A comentada vinda do designer Chris Bangle, ex-BMW, pode significar uma reviravolta nesses projetos, embora os rumores na Europa indicarem que o americano será direcionado para a montadora de seu país.

O novo Punto pode, assim, ser um projeto interno da montadora, ao contrário do atual, pensado por Giugiaro – cujo estúdio foi comprado pela Volkswagen. Coincidência ou não, a ilustração acima de um suposto Punto 2013 surgiu na internet nesta semana. Mesclando detalhes da identidade atual com soluções interessantes como a entrada de ar do para-choque, o desenho mostra como o compacto tem admiradores na Europa e em outras partes do mundo.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier |