Rival do projeto Fiat 376, SUV cupê do Tracker faria todo sentido no Brasil

Se estiver prevista para nosso país, novidade da Chevrolet atuaria em segmento promissor
Sugestão de Kleber Silva para um SUV cupê dentro da família GEM

Sugestão de Kleber Silva para um SUV cupê dentro da família GEM | Imagem: Kleber Silva/KDesign AG

Como você conferiu recentemente no AUTOO, um flagra sugere que a Chevrolet está trabalhando em um inédito SUV cupê derivado da mesma plataforma (GEM) que dá vida aos projetos do Tracker e da nova geração da Montana, prevista para chegar ao mercado em 2023. 

Se, de fato, o SUV cupê sair do papel estamos falando de um produto que seria muito interessante para a Chevrolet aqui no Brasil do ponto de vista estratégico. E razões para isso não faltam. 

Já sabemos que a Fiat deverá ser a primeira marca de alto volume a colocar um SUV cupê de maior porte em nosso mercado com produção nacional. Estamos falando do projeto 376, que deverá ser lançado ainda neste ano. 

Ao contrário do que encontramos em um VW Nivus, por exemplo, a tendência é que o projeto Fiat 376 tenha um porte maior, algo mais próximo ao de um Jeep Compass do que um SUV compacto propriamente dito. O estilo arrojado e esportivo da carroceria, típico dos cupês, deverá ser o ponto alto da futura novidade da Fiat. 

Assim como o Nivus encontrou no mercado brasileiro uma boa aceitação por conta do design diferenciado, o mesmo podemos esperar para modelos com maior espaço interno e porta-malas, como o Fiat 376 deverá entregar e, eventualmente, o “irmão” cupê do Tracker. 

Interior do modelo deverá remeter ao Tracker atual
Interior do modelo deverá remeter ao Tracker atual
Imagem: Kleber Silva/KDesign AG

Claro que administrar a chegada de um novo modelo, sobretudo em um segmento ainda pouco explorado, é algo desafiador, tanto que, por muito tempo, foi aventada a possibilidade da Renault oferecer aqui no Brasil o Arkana, SUV médio também com estilo cupê. O projeto, entretanto, foi retirado do escopo para o Brasil por parte dos franceses. 

De qualquer forma, seguindo a proposta de bom custo-benefício e alto valor agregado que encontramos no Tracker – o qual também oferece bom nível de tecnologia em sua configuração topo de linha Premier –  fica claro que um SUV capaz de aliar esses atributos com um design mais sofisticado conseguiria encontrar facilmente um bom nicho de atuação no mercado. 

Até o momento, exceto pelas movimentações para preparar a unidade de São Caetano do Sul (SP) para a fabricação da nova Montana, não temos qualquer sinalização da Chevrolet para investir em mais um SUV nacional ou até mesmo produzido na Argentina, de onde hoje recebemos o Cruze. 

Porém, um modelo com alta probabilidade de sucesso comercial na região deve contar com toda a nossa atenção. Por conta disso, vamos acompanhar de perto o desenvolvimento do inédito “irmão cupê” do Tracker e, assim que novos dados surgirem, noticiaremos aqui no AUTOO. Acompanhe! 

Silhueta esportiva e porte superior ao de um Nivus, por exemplo, será o diferencial do modelo
Silhueta esportiva e porte superior ao de um Nivus, por exemplo, será o diferencial do modelo
Imagem: Kleber Silva/KDesign AG