Renault prepara a maior fábrica de automóveis da África

Marca anuncia ampliação da unidade no Marrocos, que produzirá 400 mil carros

Fábrica em Tanger vai empregar 6.000 pessoas | Imagem: Renault

Com as vendas na Europa afetadas pela forte crise econômica que abala a região, a Renault fez uma aposta ousada para recuperar o tempo perdido. Em comunicado da aliança Renault-Nissan, a parte francesa anuncia a expansão da planta em Tanger, no Marrocos, que passará dos atuais 170 mil carros produzidos por ano para 400 mil, volume que fará desta a maior fábrica de automóveis do continente africano.

A unidade marroquina produz a minivan Dacia Lodgy, que serve ao mercado europeu. Com a expansão a intenção é aumentar a participação na África, que vem crescendo no setor.

Em comunicado, a montadora afirma que a reforma na instalação em Tanger consumirá € 1 bilhão (R$ 2,4 bi) e prazo de conclusão das obras é previsto para 2015.

A Renault também possui uma segunda fábrica no Marrocos, em Casablanca, onde são produzidos os modelos Kangoo, Logan e Sandero, todos com a bandeira Dacia.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!