Setor automotivo: melhor mês nos últimos quatro anos

Agosto termina com um crescimento de 18,6% na produção em relação a julho deste ano
Fábrica Renault

Fábrica Renault | Imagem: Divulgação

Você já conferiu em nosso site que o mês passado foi muito bom para a indústria automotiva, que, no geral, registrou ótimos números de vendas e até mesmo alguns recordes foram alcançados. 

Um dos reflexos dessa boa fase também é notada na produção. As montadoras de veículos instaladas no país ampliaram a produção em 18,6% no mês de agosto em relação a julho deste ano e 11,7% na comparação com agosto de 2017. No mês passado, foram produzidas 291,4 mil unidades.

Esse dinamismo foi puxado, principalmente, pelos licenciamentos de veículos novos, que representam o escoamento ao mercado interno, e que atingiram 248,6 mil veículos, com alta de 14,3% sobre julho último e 14,8% em relação ao mesmo mês de 2017, no melhor desempenho mensal desde janeiro de 2015 (253,8 mil) e o maior volume de produção desde outubro de 2014. No acumulado do ano, as vendas foram 14,9% maior em comparação ao período de janeiro a agosto do ano passado.

Ao anunciar os números, o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Antonio Megale, comemorou o resultado, salientando que, tradicionalmente, agosto é um mês de bons resultados ficando atrás apenas de dezembro, e neste, em especial, o número de dias úteis (23) favoreceu os negócios.

As vendas externas alcançaram US$ 1,3 bilhão, 4,9% acima de julho e 7,8% maior do que de janeiro a agosto, porém teve um recuo de 11% sobre igual mês do ano passado. Em unidades, foram exportadas 56,1 mil, 9,2% maior do que em julho (51,3 mil em julho). Apesar dessa elevação, houve uma queda de 16,6% em relação a agosto de 2017 e de 4,6% no acumulado do ano.

Segundo o presidente da Anfavea, "o volume financeiro das exportações em US$ 11,08 bilhões é um recorde e supera o valor anterior (U$ 8,6 bilhões), principalmente com o nosso principal parceiro, a Argentina”. 

Com informações da Agência Brasil