Toyota Corolla domina as vendas, Cruze cai e Jetta dispara

Três volumes da marca somou mais emplacamentos que todos os seus rivais na categoria durante o mês passado
Toyota Corolla 2020

Toyota Corolla 2020 | Imagem: Divulgação

O mercado dos sedãs tradicionais vem sofrendo com o crescimento dos utilitários esportivos. No entanto, em fevereiro, nem tudo foram más notícias. De acordo com dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), o segmento dos três volumes de porte médio cresceu na comparação com janeiro.

No mês passado, foram emplacados 9.188 sedãs, contra 8.476 unidades em janeiro. O líder mais uma vez foi o Toyota Corolla. Com 4.515 unidades emplacadas em fevereiro, o modelo cresceu 14,8% na comparação com janeiro, quando 3.931 unidades foram comercializadas.

Com tais números, o modelo da Toyota não só vendeu mais que o dobro do segundo colocado, como também foi melhor que a soma de praticamente todos os demais modelos na lista. O que chegou mais perto foi o Honda Civic, com 1.910 unidades emplacadas no mês passado e um bom crescimento de 20,2% sobre as 1.589 unidades comercializadas em janeiro.

O terceiro colocado foi o Chevrolet Cruze, mas ele mostrou queda de quase 35% ao emplacar 1.131 unidades em fevereiro, contra 1.739 em janeiro. O Volkswagen Jetta conseguiu um alto crescimento de mais de 177% e ficou na quarta posição. O modelo saiu de 278 unidades comercializadas em janeiro para 771 unidades no mês passado.

Veja os 10 sedãs médios mais vendidos em fevereiro de 2020: 

1º Toyota Corolla - 4.515 unidades
2º Honda Civic - 1.910 unidades
3º Chevrolet Cruze - 1.131 unidades
4º Volkswagen Jetta - 771 unidades
5º Mercedes-Benz Classe C - 321 unidades
6º Audi A3 Sedan - 175 unidades
7º Nissan Sentra - 151 unidades
8º Kia Cerato - 87 unidades
9º Audi A5 Sportback - 33 unidades
10º Citroën C4 Lounge - 25 unidades 

Toyota Corolla 2020
Toyota Corolla 2020
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!