Toyota Hilux terá opção de motor V6 gasolina na Argentina

Informação foi antecipada por site local; novidade é dúvida para o mercado brasileiro
Revelada no Salão de SP 2018, a Hilux GR-S deverá receber a motorização V6 gasolina

Revelada no Salão de SP 2018, a Hilux GR-S deverá receber a motorização V6 gasolina | Imagem: Divulgação

O Argentina Autoblog apurou uma informação relevante nesta semana. Segundo uma apresentação informal realizada para concessonários e fornecedores do país vizinho e que foi compartilhada por algumas fontes com o site, a Toyota deverá promover uma novidade interessante para a Hilux cabine dupla em sua versão de apelo esportivo GR Sport.

Segundo noticia o site argentino, trata-se da inclusão do motor 4.0 V6 a gasolina para a atual versão topo de linha da picape. O propulsor em questão é o 1GR-FE, importado do Japão, que já figurou na SW4 vendida aqui no Brasil. Na época, o V6 entregava 238 cv e 38,3 kgfm de torque no SUV grande. Resta saber qual será a calibração que a Toyota adotará para a versão GR-S da Hilux cabine dupla.

É fato que, aqui no Brasil, a predileção do público no caso de picapes médias e seus SUVs derivados reside na motorização diesel. No segmento da Hilux, hoje em dia encontramos apenas na Volkswagen Amarok com seu 3.0 V6 TDI de 225 cv a opção para quem deseja uma picape média turbodiesel mais extrema. O motor, inclusive, poderá receber uma nova calibração entregando ainda mais potência até o fim deste ano.

Quando deixou de oferecer o SW4 V6 a gasolina no Brasil, a Toyota revelou que a medida ocorreu como uma “adequação da demanda”, uma vez que a versão registrava números pequenos em termos de emplacamentos. Por esse motivo, precisamos ser cautelosos sobre a possibilidade da nova configuração da Hilux ser oferecida no Brasil.

De qualquer forma, a linha Hilux hoje já conta com a versão SRX 4x4 automática equipada com o motor 2.8 turbodiesel, sendo que a atual versão GR-S é praticamente uma derivação com adereços esportivos. Portanto, como já tem muitas opções diesel na gama, a Toyota teria espaço para adequar a motorização 4.0 V6 gasolina no modelo, o que poderia até ser um diferencial para a picape no segmento. 

Vamos acompanhar, contudo, os próximos planos da marca para a região. Assim que novas informações surgirem seguiremos noticiando aqui no Autoo. Acompanhe!

 

Toyota SW4 2016
Acima o Toyota SW4: modelo já teve opção V6 gasolina no Brasil, mas a baixa demanda fez a versão sair de linha
Imagem: Divulgação

 

Assine a newsletter semanal do AUTOO!