Novo Peugeot 208 pode custar menos de R$ 65 mil em sua versão de entrada no Brasil

Configuração de entrada para a segunda geração do hatch da Peugeot já é oferecida para consumidores argentinos
Detalhe sobre como será a versão de entrada da nova geração do Peugeot 208 no Brasil

Detalhe sobre como será a versão de entrada da nova geração do Peugeot 208 no Brasil | Imagem: Reprodução internet

Até o momento a Peugeot confirmou que o novo 208 será oferecido no Brasil com a conhecida motorização 1.6 16V flex, além da inédita configuração elétrica e-GT.

Agora os colegas do Argentina Autoblog apuraram uma informação relevante envolvendo a estratégia da marca para a região.

Segundo o site argentino, os concessionários do país vizinho confirmaram que o hatch terá uma versão de entrada chamada Like, a qual terá como destaque a presença do motor 1.2 tricilíndrico aspirado sob o capô.

O propulsor em questão já é oferecido atualmente no 208 nacional nas versões Active e Allure, oferecendo até 90 cv com etanol e atuando sempre em conjunto com o câmbio manual de 5 marchas. O 208 com a mecânica em questão se notabiliza pela elevada eficiência, alcançando parciais de até 13,9 km/l na cidade e 15,5 km/l na estrada com gasolina. Com um consumo energético total de 1,46 MJ/km, o 208 com o motor tricilíndrico é hoje um dos carros não eletrificados mais econômicos do Brasil. 

Hoje em dia, inclusive, o Peugeot 208 brasileiro parte de R$ 62.790 na versão Active com o motor 1.2 sob o capô. Pela relevância que a nova geração do 208 terá para a fabricante francesa na região, é muito provável que a marca mantenha o preço da versão de entrada do hatch nos mesmos patamares, uma lógica que a Chevrolet também adotou na época da apresentação do novo Onix. 

Segundo a informação dos concessionários argentinos ao Argentina Autoblog, o catálogo 1.2 Like do novo 208 por lá será relativamente bem equipado, saindo de fábrica com os aguardados controles de tração e estabilidade, 4 airbags, regulador e limitador de velocidade, tela de 5” para o sistema de som (o site não deixa claro se trata-se de uma central multimídia propriamente dita), além de 3 anos de garantia.

Com isso, é muito provável que a Peugeot queira guardar como uma “surpresa” para a apresentação oficial do novo 208 no Brasil a presença do motor 1.2 aspirado, que pode receber alguns ajustes e aprimoramentos em sua aplicação na nova geração do hatch para torná-lo ainda mais eficiente. Vamos acompanhar de perto! 

Acima a nova geração do Peugeot 208
Acima a nova geração do Peugeot 208
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!