Volkswagen deve repetir dobradinha Fusca-Kombi a partir de 2019

De acordo com revista, nova geração do Beetle terá outros modelos, incluindo um crossover e uma van nostálgica

VW e-Bulli Concept | Imagem: Volkswagen

A Kombi, enfim, se aposentou no Brasil, encerrando uma longa carreira na história da Volkswagen. Mas a montadora alemã continua a pensar em como aproveitar a carismática imagem da van. A mais recente especulação na Europa aponta que o veículo voltará ao mercado como parte da nova geração do Beetle, que chegará ao mercado em 2019.

Se isso for confirmado, será uma reedição da dobradinha Fusca-Kombi que reinou no Brasil entre a década de 50 e 70. Como se sabe, a Kombi possuía vários pontos em comum com o famoso carrinho, incluindo motor e tração traseiros.

Na nova encarnação, no entanto, tudo mudará: a Kombi do século 21 será um veículo de lazer e não de trabalho. A ideia, segundo apurou a revista Autoweek, é que a van tenha elementos do passado, mas seja uma espécie de complemento do Beetle, como opção familiar. Aliás, a família Beetle não se resumirá apenas aos dois – também é esperado um modelo crossover e outro cupê.

O projeto ganhou um novo impulso após a Mini e a Fiat terem sido bem-sucedidas com suas famílias Cooper e 500, respectivamente. O que ainda deixaria a VW preocupada é o fato de o Fusca fazer mais sucesso nos Estados Unidos do que na Europa, o que pode limitar o potencial do projeto.

Volkswagen Kombi Last Editionl
Divulgação

Kombi Last Edition: ausência do modelo na linha da VW deve durar cinco anos

Mini-Kombi

Projetos para uma nova Kombi não faltaram nos últimos anos. No Salão de Genebra, em 2011, a marca apresentou o conceito Bulli, que usava eletricidade e a plataforma do up! para criar uma mini-Kombi. O tamanho, no entanto, pode ter sido um entrave para que o projeto seguisse em frente. Por isso, a plataforma MQB, hoje usada no Golf e no atual Fusca, pode ser a saída. Certo mesmo é que a nova Kombi não será tão acessível a ponto de ser vista como banca de pastel nas feiras livres brasileiras.