Volkswagen garante que manterá câmbio manual ''vivo''

Chefe técnico do grupo Volkswagen afirma que a marca oferecerá transmissão mecânica enquanto houver demanda
Nova geração do Golf GTI terá opção de câmbio manual

Nova geração do Golf GTI terá opção de câmbio manual | Imagem: Divulgação

A participação dos carros equipados de transmissão automática vem crescendo entre as vendas de veículos novos no Brasil nos últimos anos. Sua relevância cresceu tanto que a Volkswagen lançou a linha GTS para Polo e Virtus apenas com esse tipo de câmbio, apesar do apelo mais esportivo e emocional dos modelos.

Hoje em dia é difícil defender objetivamente o câmbio manual após tantos avanços tecnológicos das transmissões automáticas ou automatizadas, que são mais rápidas (no caso das caixas de dupla embreagem) e mais eficientes (no caso do CVT) do que um ser humano fazendo as trocas. No caso do Polo e Virtus GTS, entretanto, houve quem ficasse decepcionado com a escolha da marca.

Claramente uma opção mercadológica no caso da dupla de compactos, afinal, um carro manual na casa dos R$ 100 mil teria pouco ou nenhum apelo em nosso mercado. Mesmo assim, o caminho adotado pela Volkswagen do Brasil não deve levar os fãs mais aficionados da marca a pensar que a empresa irá deixar de pensar nesse público.

Em entrevista ao site britânico Autocar, o executivo-chefe de tecnologia da Volkswagen global, Matthias Rabe, afirmou que a marca ainda está comprometida com os puristas e deu como exemplo o novo Golf GTI europeu, que ainda mantém o câmbio manual de seis velocidades como item de série para o Velho Continente. “Algumas pessoas gostam de voltar às origens e de mudar as marchas manualmente e, enquanto houver uma demanda (por esse tipo de câmbio), nós vamos continuar o oferecendo”, informou Rabe.

Nova geração do Golf GTI terá opção de câmbio manual
Nova geração do Golf GTI terá opção de câmbio manual
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!