VW T-Cross completo já encosta no VW Tiguan Allspace de entrada

Após reajustes, preço do SUV compacto da Volkswagen na versão Highline quase o projeta um segmento acima
Volkswagen T-Cross e Tiguan Allspace

Volkswagen T-Cross e Tiguan Allspace | Imagem: Montagem Autoo sobre fotos de divulgação

Situação inusitada ocorre hoje na gama Volkswagen. Após uma série de reajustes recentes, o valor do T-Cross Highline completo tornou-se tão elevado que, praticamente, é possível comprar um Tiguan Allspace com o valor.

Considerando os preços sugeridos dos dois SUVs, ao tomarmos como base um Volkswagen T-Cross Highline na cor preta, sem custo adicional, seu valor tabelado é de R$ 128.190. Ele pode receber R$ 14.080 de opcionais, que contemplam, entre outros itens, o teto com pintura bicolor, assistente de estacionamento, faróis full-LED, sistema de som especial, teto solar panorâmico, entre outros recursos. Tudo somado, o preço do SUV alcança R$ 142.270. 

Importado do México, hoje um Volkswagen Tiguan Allspace em seu catálogo de entrada 250 TSI com 5 lugares custa R$ 146.880, também levando em consideração uma cor sem preço adicional (Branco Puro).

É algo no mínimo curioso a composição de preços entre os dois modelos, isso sem falar que ainda neste ano teremos a estreia do Taos no mercado, atuando exatamente nessa faixa de mercado e talvez tirando de cena a versão de entrada do Tiguan Allspace por aqui.

Volkswagen T-Cross 2021
Volkswagen T-Cross 2021
Imagem: Divulgação

Em comum, tanto o T-Cross Highline quanto o Tiguan Allspace de entrada contam com o motor 1.4 TSI de 150 cv sob o capô, sendo que, por atuar em uma segmentação superior, o Tiguan Allspace tem a vantagem de receber um câmbio de dupla embreagem com 6 marchas, enquanto no T-Cross encontramos a caixa automática convencional com o mesmo número de relações.

Sem dúvida é uma disputa complicada de ser resolvida caso você tenha se deparado com o mesmo cenário e está em dúvida sobre qual deles comprar.

O Tiguan Allspace 250 TSI só peca por não contar com revestimento interno de couro, algo quase imprescindível nessa faixa de preço, mas sua lista de equipamentos de série não deixa de ser muito competente. Temos no SUV os controles de tração e estabilidade, 6 airbags, sistema de som com 8 alto-falantes, ar-condicionado automático digital com 3 zonas, central multimídia com câmera de ré, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, entre outros. Claro que, de todo modo, o T-Cross Highline completo ainda se sobressai em termos de recursos de conforto e tecnologia.

Volkswagen Tiguan Allspace em seu catálogo de entrada 250 TSI com 5 lugares
Volkswagen Tiguan Allspace em seu catálogo de entrada 250 TSI com 5 lugares
Imagem: Divulgação

Por outro lado, ao contar com 4,70 m de comprimento, portanto um tamanho bem superior em relação ao T-Cross (4,19 m), o Tiguan Allspace acaba por ser enquadrado como um SUV de porte médio para grande, superando até mesmo o futuro Taos (4,46 m) nesse aspecto. O Tiguan Allspace se notabiliza pelo amplo espaço interno e um irretocável porta-malas com capacidade para 710 litros (373 litros no T-Cross e 498 litros no Taos).

Logo, se você valoriza o conforto interno, tem família grande e necessita de um espaço superior para bagagens, o Tiguan Allspace 250 TSI surge como uma excelente pedida. Já se o tamanho do SUV mexicano é um pouco exagerado para suas demandas, o T-Cross é um veículo prático para o dia a dia e ainda vai lhe entregar um conteúdo de equipamentos superior. Para quem deseja a “terceira via” entre a dupla citada aqui, vale a pena aguardar até junho para a chegada do Taos ao mercado, modelo que promete reunir o melhor dos dois mundos em um conjunto bastante equilibrado.  

Volkswagen Taos 2021
Volkswagen Taos 2021
Imagem: Divulgação