A nova geração do Audi Q7 acaba de chegar no mercado nacional. O SUV topo de linha da fabricante alemã está disponível em versão única, a Ambition, equipada com um motor V6 turbo e uma série de equipamentos de conforto e segurança, com preço sugerido de R$ 399.990, que pode aumentar em até R$ 90 mil com os opcionais oferecidos pela fabricante.

O novo Q7 nada tem a ver com o modelo anterior. No visual, o Audi traz linhas mais modernas, com destaque para os faróis xênon plus ou de LED (opcionais), grade Singleframe com barras transversais de alumínio e envolto cromado, para-choques mais envolventes, linha de cintura elevada e lanternas traseiras em LED.

No interior, o modelo traz espaço para “dar, doar e vender”, sendo um dos modelos mais espaçosos entre os SUVs premium. Apesar de ter ficado menor (37 mm mais curto, com 5,05 metros, e 15 mm mais estreito, com 1,97 m, e largura de 1,74 m e distância entre-eixos de 2,99 m), o carro oferece 41 mm a mais de espaço para os joelhos, ombros e cabeça.

Os bancos do novo Q7 foram totalmente reprojetados, sendo 19 kg mais leves comparados aos do modelo anterior, com direito a acabamento em couro, ajustes elétricos e suporte lombar para os dianteiros e com memória para o do motorista, e apoios de cabeça com ajuste vertical e horizontal (opcional).

A segunda fileira de bancos oferece ajuste de inclinação em 16 posições. Como opcional, o Audi Q7 pode trazer sete lugares, sendo que os bancos da terceira fileira são posicionados eletricamente na vertical ao apertar um botão ou rebatidos na horizontal, ficando no nível do assoalho do porta-malas.

 
 
Audi Q7 2016
 
Audi Q7 2016
Audi Q7 2016
Audi Q7 2016
 
Audi Q7 2016
Audi Q7 2016
Audi Q7 2016
 
Audi Q7 2016
Audi Q7 2016
Audi Q7 2016
 
Audi Q7 2016
Audi Q7 2016
Audi Q7 2016
 
Audi Q7 2016
Audi Q7 2016
Audi Q7 2016
 
Audi Q7 2016
Audi Q7 2016
Audi Q7 2016
 
Audi Q7 2016
Audi Q7 2016
Audi Q7 2016
 
Audi Q7 2016
Audi Q7 2016
Audi Q7 2016
 
Audi Q7 2016
Audi Q7 2016
Audi Q7 2016
 
Audi Q7 2016
Audi Q7 2016
 
 

Na versão de cinco lugares, o SUV tem capacidade para levar até 890 litros de bagagem ou 2.075 l com a segunda fileira de assentos rebatidos. Já no modelo com sete lugares, são 295 l. A tampa do porta-malas tem acionamento elétrico, através de um botão ou por meio de um sensor embaixo do para-choque, que detecta a movimentação do pé.

Entre os equipamentos, há painel de instrumentos com tela configurável de 12,3 polegadas, head-up display, sistema MMI all-in-touch com display de 8,3 polegadas e compatibilidade com Apple CarPlay e Android Auto, sistema de som Bose com efeito tridimensional, 19 alto-falantes e amplificador de 558 watts com 15 canais, conexão à internet com LTE através do Audi connect, entre outros.

Há ainda assistente de parada, limitador de velocidade ajustável, sensores de estacionamento, Audi pre sense (que ao detectar uma condição de direção instável, reseta os cintos dos bancos dianteiros, as janelas e o teto solar são fechados e as luzes de alarme são ativadas para alertar os motoristas mais próximos), Audi side assist (que ajuda o motorista a partir de 15 km/h a trocar de faixa), Exit Warning Assist (alerta de desembarque), etc.

O motor que equipa o novo Audi Q7 é um 3.0 TFSI, capaz de entregar 331 cv de potência e 44,9 kgfm de torque, entre 1.250 e 5.000 rpm, com câmbio automático Tiptronic de oito marchas e tração integral permanente quattro. Segundo a marca, o veículo acelera de 0 a 100 km/h em apenas 6,1 segundos e tem velocidade máxima de 250 km/h, limitada eletronicamente. 

Leonardo Andrade

Leonardo Andrade |