Ao contrário da geração vendida atualmente – que dispõe de motores V8 e V10, além de câmbio manual –, o novo Audi R8 será oferecido apenas com propulsor V10 e transmissão automatizada. De acordo com o chefe da quattro, Heinz Hollerweger, em entrevista à revista Automobile, revelou que a montadora alemã não deverá disponibilizar versões do modelo com V8 e transmissão manual.

“Não temos interesse em um V8”, disse o executivo durante o Salão de Genebra. Esta falta de interesse é devido, principalmente, as vendas bastante tímidas com R8 atual com propulsor de oito cilindros em “V”, já que boa parte dos compradores optaram pelo motor maior de dez cilindros, excedendo as expectativas da Audi. E também pela demanda quase inexistente, o câmbio manual não deve fazer parte da linha do novo superesportivo.

Durante uma clínica com consumidores, poucos demonstraram interesse por uma versão manual da nova geração. Ainda segundo Hollerwger, o câmbio S tronic permite que o Audi R8 seja mais rápido na pista, já que conta com sete velocidades e dupla embreagem. Além disso, a montadora pode oferecer o modelo em uma versão mais básica, com motor V6 derivado de um TDI, mas ainda não confirmado para chegar à linha de produção. 

 
 
Novo Audi R8, com motor V10 de 540 cv e faróis de laser Novo Audi R8, com motor V10 de 540 cv e faróis de laser
Segunda geração do Audi R8 brilha no Salão de Genebra Segunda geração do Audi R8 brilha no Salão de Genebra
Interior do novo Audi R8 Interior do novo Audi R8
 
 
Redação

Redação |