Depois do Volt, que está em sua segunda geração, a Chevrolet quer aumentar suas vendas no segmento de "ecológicos", desta vez com um modelo compacto elétrico. A montadora revelou nesta semana durante a Consumer Electronics Show (CES) o novo Bolt EV, um hatch de quatro portas com visual arrojado e alta tecnologia, que começa a ser produzido no segundo semestre deste ano a “um preço acessível”, segundo a presidente da GM, Mary Barra, de cerca de US$ 30 mil.

O novo Chevrolet Bolt EV segue a mais recente identidade visual da fabricante, com faróis afilados com LEDs diurnos, grade de formato aerodinâmico, linha de cintura ascendente, detalhes em preto piano e lanternas horizontais em LED. Já no interior, o destaque fica por conta do painel de instrumentos digital e do sistema multimídia MyLink com tela de 10,2 polegadas.

A lista de itens de série inclui ainda sistema de navegação especial, capaz de mostrar estações de carregamento nas proximidades e opções de rotas que maximizam a autonomia do veículo, além de dock para carregamento sem fio de smartphones e sistema Surround Vision (com visão panorâmica dos arredores do veículo), serviço OnStar, entre outros.

 
 
Chevrolet Bolt EV Chevrolet Bolt EV
Chevrolet Bolt EV Chevrolet Bolt EV
Chevrolet Bolt EV Chevrolet Bolt EV
Chevrolet Bolt EV Chevrolet Bolt EV
Chevrolet Bolt EV Chevrolet Bolt EV
Chevrolet Bolt EV Chevrolet Bolt EV
Chevrolet Bolt EV Chevrolet Bolt EV
Chevrolet Bolt EV Chevrolet Bolt EV
Chevrolet Bolt EV Chevrolet Bolt EV
Chevrolet Bolt EV Chevrolet Bolt EV
Chevrolet Bolt EV Chevrolet Bolt EV
Chevrolet Bolt EV Chevrolet Bolt EV
 
 

Em breve, a Chevrolet vai lançar um jogo para proprietários do Bolt EV, com comparação dos estilos de condução para determinar quem está dirigindo de forma mais eficiente.

Detalhes técnicos, porém, ainda não foram divulgados. A Chevrolet confirmou apenas que o Bolt EV é equipado com uma bateria plana, instalada sob o piso do veículo, que dará uma autonomia superior a 320 quilômetros.

Ainda não se sabe se o novo hatch elétrico será vendido no Brasil. 

Redação

Redação |