Lançado em 2000 com a missão de ser o carro mais barato do Brasil, o Celta – também conhecido como projeto Arara Azul, passou longe do seu objetivo, mas deu gás à Chevrolet para ter um compacto capaz de representá-la no segmento.

Mas os tempos mudaram e sua concepção espartana cada vez mais perde espaço frente a rivais mais equipados, espaçosos e modernos. Em 2008, ele deixou a 3ª colocação em vendas no Brasil para o Mille e este ano, o modelo perdeu a 5ª posição no ranking para o mais caro e maior Fox, da Volkswagen – além do primo de 1º grau Corsa Sedan.

Na tentativa de resgatar um pouco das vendas perdidas para a concorrência, a Chevrolet lançou nesta segunda-feira, 04, a linha 2010 do hatch. Mas as novidades foram mínimas. Na verdade, a principal mudança do carro já valia desde o começo do ano – o motor 1.0 VHCE, modificado para poluir menos e render mais.

Nesta mudança, o foco ficou no acelerador eletrônico, equipamento que muitos rivais já exibem há mais tempo. Recurso esse que colabora para uma dirigibilidade mais precisa. É, mas o Celta precisa de mais surpresas para ampliar suas chances no mercado.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier |